...
sexta-feira ,1 março 2024
Home / Noticias / PF investiga corrupção em programas sociais no Rio de Janeiro

PF investiga corrupção em programas sociais no Rio de Janeiro

Repro­du­ção: © José Cruz/Agência Bra­sil

Esquema fraudulento teria ocorrido entre 2017 e 2020


Publi­ca­do em 20/12/2023 — 09:02 Por Vitor Abda­la — Repór­ter da Agên­cia Bra­sil — Rio de Janei­ro

ouvir:

A Polí­cia Fede­ral (PF) cum­pre, nes­ta quar­ta-fei­ra (20), três man­da­dos de bus­ca e apre­en­são em uma inves­ti­ga­ção sobre cor­rup­ção e lava­gem de dinhei­ro em qua­tro pro­je­tos soci­ais no esta­do do Rio de Janei­ro. Segun­do a PF, além de envol­ver o paga­men­to de pro­pi­na nos con­tra­tos, os inves­ti­ga­dos dire­ci­o­na­vam os pro­je­tos para seus redu­tos elei­to­rais.

Ain­da de acor­do com a PF, os cri­mes envol­ve­ram a exe­cu­ção dos pro­je­tos Novo Olhar, Rio Cida­dão, Agen­te Soci­al e Qua­li­mó­vel, entre os anos de 2017 e 2020. As inves­ti­ga­ções iden­ti­fi­ca­ram que a orga­ni­za­ção cri­mi­no­sa pene­trou nos seto­res públi­cos assis­ten­ci­ais no Rio de Janei­ro, frau­dan­do lici­ta­ções e con­tra­tos.

Havia, segun­do as inves­ti­ga­ções, des­vio de ver­bas públi­cas e o paga­men­to de pro­pi­na aos envol­vi­dos, com valo­res entre 5% e 25% do total dos con­tra­tos na área de assis­tên­cia soci­al, os quais tota­li­zam mais de R$ 70 milhões.

A PF não infor­mou se as frau­des eram rea­li­za­das na pre­fei­tu­ra do Rio ou no gover­no do esta­do e des­ta­cou que as inves­ti­ga­ções seguem em sigi­lo.

Em 2019, no entan­to, a ope­ra­ção Cata­ra­ta, do Minis­té­rio Públi­co Esta­du­al e da Polí­cia Civil, já havia tido como alvos esses mes­mos pro­je­tos soci­ais, que teri­am sido usa­dos para frau­des em lici­ta­ções entre 2013 e 2018. Na épo­ca, as inves­ti­ga­ções envol­ve­ram tan­to uma fun­da­ção esta­du­al (Leão XIII), de 2015 a 2018, quan­to duas secre­ta­ri­as muni­ci­pais da capi­tal, de 2013 a 2017.

Edi­ção: Valé­ria Agui­ar

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Bolsonaro volta a pedir afastamento de Moraes de inquérito sobre golpe

Repro­du­ção: © Mar­ce­lo Camargo/Agência Bra­sil Recurso deverá ser apreciado pelo presidente do STF Publi­ca­do em …