...
domingo ,16 junho 2024
Home / Noticias / PF investiga fraudes em compras durante intervenção federal no Rio

PF investiga fraudes em compras durante intervenção federal no Rio

Repro­du­ção: © Polí­cia Federal/ Divul­ga­ção

Operação Perfídia faz busca e apreensão no Rio, São Paulo, Minas e DF


Publi­ca­do em 12/09/2023 — 09:09 Por Vitor Abda­la — Repór­ter da Agên­cia Bra­sil — Rio de Janei­ro

ouvir:

Poli­ci­ais fede­rais fazem nes­ta ter­ça-fei­ra (12) uma ope­ra­ção con­tra frau­des na com­pra de cole­tes balís­ti­cos pelo Gabi­ne­te de Inter­ven­ção Fede­ral (GIF) na Segu­ran­ça Públi­ca do Rio de Janei­ro, ocor­ri­da em 2018. Segun­do a Polí­cia Fede­ral (PF), foram cum­pri­dos 16 man­da­dos de bus­ca e apre­en­são nos esta­dos do Rio, de São Pau­lo e Minas Gerais, além do Dis­tri­to Fede­ral. 

Inves­ti­ga­ções da PF apon­ta­ram indí­ci­os de con­luio entre a empre­sa nor­te-ame­ri­ca­na CTU Secu­rity LLC e ser­vi­do­res públi­cos fede­rais, que resul­ta­ram na dis­pen­sa de lici­ta­ção e pos­sí­vel sobre­pre­ço na com­pra dos equi­pa­men­tos de segu­ran­ça.

Estão sen­do inves­ti­ga­dos os cri­mes de patro­cí­nio de con­tra­ta­ção inde­vi­da, dis­pen­sa ile­gal de lici­ta­ção, cor­rup­ção ati­va e pas­si­va e orga­ni­za­ção cri­mi­no­sa. O Tri­bu­nal de Con­tas da União iden­ti­fi­cou, segun­do a PF, sobre­pre­ço poten­ci­al de R$ 4,64 milhões em uma com­pra com valor total de US$ 9,45 milhões (cer­ca de R$ 40 milhões no câm­bio da épo­ca).

O paga­men­to foi fei­to no dia 23 de janei­ro de 2019, mas aca­bou sen­do estor­na­do em setem­bro daque­le ano, depois de sus­pen­são do con­tra­to pelo TCU.

A ação des­ta ter­ça-fei­ra, cha­ma­da de Ope­ra­ção Per­fí­dia, inves­ti­ga ain­da o envol­vi­men­to de duas empre­sas bra­si­lei­ras que atu­am no comér­cio de pro­te­ção balís­ti­ca e que for­mam um car­tel des­se mer­ca­do no Bra­sil, com con­tra­tos públi­cos mili­o­ná­ri­os.

O GIF foi um órgão cri­a­do pelo gover­no fede­ral para coor­de­nar a inter­ven­ção fede­ral na segu­ran­ça públi­ca do esta­do do Rio, que durou de feve­rei­ro a dezem­bro de 2018. Além de ter o con­tro­le ope­ra­ci­o­nal das polí­ci­as esta­du­ais, o gabi­ne­te fez diver­sas com­pras de equi­pa­men­tos para essas ins­ti­tui­ções.

Edi­ção: Gra­ça Adju­to

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Sobe para 175 o número de mortos no RS após enchentes

Repro­du­ção: © Rafa Neddermeyer/Agência Bra­sil Dois corpos foram encontrados em Teutônia e Agudo Publicado em …