...
quarta-feira ,24 julho 2024
Home / Noticias / PF prende 5 integrantes de quadrilha de tráfico internacional de droga

PF prende 5 integrantes de quadrilha de tráfico internacional de droga

Sede da Polícia Federal em Brasília
© Marce­lo Camargo/Agência Brasil (Repro­dução)

Operação Overweight atinge São Paulo, Jundiaí e Foz do Iguaçu


Pub­li­ca­do em 20/01/2021 — 13:00 Por Flávia Albu­querque — Repórter da Agên­cia Brasil — São Paulo

A Polí­cia Fed­er­al (PF) de São Paulo pren­deu hoje (20) cin­co inte­grantes de um grupo respon­sáv­el pelo ali­ci­a­men­to de pes­soas usadas para faz­er o trans­porte de cocaí­na do Brasil para o Líbano. Out­ros três inves­ti­ga­dos estão for­agi­dos. Além de com­prar a dro­ga na Colôm­bia, traz­er para o Brasil e ali­ciar pes­soas, os crim­i­nosos prov­i­den­ci­avam a hospedagem, o trans­porte com as malas, os con­tatos e a recepção das remes­sas no Líbano.

“Eles sem­pre colo­cavam com a mula [pes­soa que leva a dro­ga] um acom­pan­hante para evi­tar que o ali­ci­a­do desis­tisse de con­cluir a mis­são, por meio de intim­i­dação e ameaças.

O obje­ti­vo era garan­tir que as mulas embar­cassem, assim o acom­pan­hante fica­va até o momen­to do check-in. Quan­do ocor­ri­am abor­da­gens pela polí­cia, essas pes­soas desa­pare­ci­am para não serem pegas. “A dro­ga era trans­porta­da na mala que seria despacha­da”, infor­mou a Polí­cia Fed­er­al.

Os man­da­dos de bus­ca e apreen­são foram cumpri­dos em São Paulo, Jun­di­aí e Foz do Iguaçu. Tam­bém foram efe­ti­vadas medi­das judi­ci­ais de blo­queio de val­ores e seque­stros de veícu­los, imóveis e din­heiro, que totalizaram aprox­i­mada­mente R$ 132 mil­hões. Com os inte­grantes da quadrilha foram apreen­di­dos tam­bém mais de 60 qui­los de cocaí­na e R$ 250 mil.

“Uma das car­ac­terís­ti­cas desse grupo é a de que os paga­men­tos para as mulas só eram feitos depois de duas ou três via­gens e vari­avam entre US$ 15 a 25 mil. A orga­ni­za­ção é libane­sa e já atua há pelo menos qua­tro anos. As mulas são geral­mente estrangeiros, libane­ses”, afir­mou a PF.

As inves­ti­gações estão em anda­men­to des­de 2017 e os mem­bros da orga­ni­za­ção foram iden­ti­fi­ca­dos dev­i­do a delações pre­mi­adas. Uma das difi­cul­dades para con­cluir a oper­ação Over­weight foi a de que os crim­i­nosos sem­pre mudavam de endereço. “Para exe­cu­tar a oper­ação hoje, muitos endereços foram obti­dos na sem­ana pas­sa­da”, disse a PF.

Os envolvi­dos respon­derão pelos crimes de trá­fi­co inter­na­cional de entor­pe­centes e orga­ni­za­ção crim­i­nosa.

Edição: Kle­ber Sam­paio

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Dia do Amigo: relação é fundamental para a saúde mental, diz psicóloga

Repro­dução: © Marce­lo Camargo/Agência Brasil Especialistas ressaltam que ter amizades é importante desde a infância …