...
sexta-feira ,23 fevereiro 2024
Home / Mulher / Poetisa angolana Paula Tavares vai participar do clube de leitura CCBB

Poetisa angolana Paula Tavares vai participar do clube de leitura CCBB

Repro­du­ção: © Ozi­as Filho/Divulgação

Evento homenageou este ano os escritores lusófonos


Publi­ca­do em 03/12/2023 — 10:55 Por Ana Cris­ti­na Cam­pos – Repór­ter da Agên­cia Bra­sil — Rio de Janei­ro

ouvir:

Mai­or refe­rên­cia viva em poe­sia da Ango­la, a poe­ti­sa e his­to­ri­a­do­ra Pau­la Tava­res vem ao Bra­sil, na quar­ta-fei­ra (6), espe­ci­al­men­te para a edi­ção que fecha o Clu­be de Lei­tu­ra CCBB 2023, que este ano home­na­ge­ou os escri­to­res lusó­fo­nos. A pes­qui­sa­do­ra, ensaís­ta, cro­nis­ta e roman­cis­ta con­ver­sa­rá com o públi­co sobre o seu livro Manu­al Para Aman­tes Deses­pe­ra­dos, esco­lhi­do em vota­ção aber­ta.

Além do seu per­cur­so poé­ti­co de exce­lên­cia, a cura­do­ra Suza­na Var­gas expli­ca que o dese­jo de ter Pau­la Tava­res nos encon­tros do CCBB se deu por­que já esta­va na hora apre­sen­tar ao públi­co bra­si­lei­ro a prin­ci­pal voz poé­ti­ca femi­ni­na de Ango­la.

“Sua poe­sia de for­te liris­mo vem nos con­tar ou can­tar não somen­te suas esco­lhas exis­ten­ci­ais e amo­ro­sas, mas denun­ci­ar em quais situ­a­ções his­tó­ri­co-polí­ti­cas ela acon­te­ce. Tan­to na sua pro­sa como na sua poe­sia”, con­tou, em nota, Suza­na Var­gas, que tam­bém é medi­a­do­ra dos encon­tros.

Nas­ci­da em Luban­go, pro­vín­cia da Huí­la, Pau­la con­tou, por e‑mail, que todo o sul de Ango­la, o pla­nal­to e a des­ci­da até ao mar são as suas geo­gra­fi­as. “Guar­do de memó­ria a cor das rochas e dos dife­ren­tes solos. Guar­do cada plan­ta, as flo­res e os fru­tos como remé­di­os e cura no ces­to de adi­vi­nha­ção. Cada pala­vra que evo­ca o chei­ro, o som das folhas, o voo dos pás­sa­ros  me é neces­sá­ria para a lavra dos poe­mas. Viver ali duran­te a infân­cia e juven­tu­de foi como estar fecha­da num sítio belo e injus­to até poder falar”, escre­veu Pau­la.

Sobre se con­si­de­rar uma escri­to­ra femi­nis­ta, ela dis­se que os rótu­los lhe são difí­ceis. “Mas é o uni­ver­so das mulhe­res que eu conhe­ço melhor. Como pode­ria escre­ver sobre outras coi­sas? Como pode­ria enten­der as dores do cres­ci­men­to, a soli­dão pesa­da dos filhos, o sig­ni­fi­ca­do pro­fun­do de cui­dar se não tra­ba­lhas­se com os ins­tru­men­tos (fon­tes, pala­vras, gri­to) que esses uni­ver­sos me ofe­re­cem. Se isso é ser femi­nis­ta, sou sim sem­pre numa luta que não aca­ba”.

Clube de Leitura CCBB

Segun­do Suza­na Var­gas, o balan­ço da edi­ção de 2023 do Clu­be de Lei­tu­ra CCBB é o melhor pos­sí­vel e levou ao pro­je­to um públi­co ávi­do por conhe­cer ou reco­nhe­cer alguns dos mais impor­tan­tes auto­res da lín­gua por­tu­gue­sa.

“Além de auto­res de expres­são uni­ver­sal, como Mia Cou­to e José Edu­ar­do Agua­lu­sa, pas­sa­ram por aqui alguns dos prin­ci­pais nomes da lite­ra­tu­ra naci­o­nal, como Con­cei­ção Eva­ris­to e Mil­ton Hatoum, e tive­mos a ale­gria de apre­sen­tar ao nos­so públi­co impor­tan­tes auto­res das regiões Nor­te e Nor­des­te, como Eli­a­kin Rufi­no e Cida Pedro­sa, para citar ape­nas alguns. O resul­ta­do foi uma pro­gra­ma­ção plu­ral em gêne­ro (poe­tas, pro­sa­do­res)  e que man­te­ve a qua­li­da­de que já carac­te­ri­za nos­so Clu­be de Lei­tu­ra”, lem­bra.

O encon­tro com Pau­la Tava­res acon­te­ce­rá no dia 6 de dezem­bro, às 17h30, na Bibli­o­te­ca Ban­co do Bra­sil, no 5º andar do CCBB/RJ, com entra­da gra­tui­ta. Ingres­sos esta­rão dis­po­ní­veis na bilhe­te­ria do CCBB ou pelo site a par­tir das 9h do dia do encon­tro.

Edi­ção: Valé­ria Agui­ar

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Expedição para pesquisa busca espécies de peixes-elétricos na Amazônia. Foto: Acervo dos Pesquisadores

Pesquisadores fazem expedição em busca de peixes-elétricos na Amazônia

Repro­du­ção: © Acer­vo dos Pes­qui­sa­do­res Ação visa identificar novas espécies e preservar biodiversidade local Publi­ca­do …