...
sexta-feira ,23 fevereiro 2024
Home / Noticias / Polícia Federal combate fraudes bancárias em 10 estados

Polícia Federal combate fraudes bancárias em 10 estados

Repro­du­ção: © Polí­cia Federal/divulgação

Operação conta com a colabortação da Federação Brasileira de Bancos


Publicado em 28/11/2023 — 10:23 Por Pedro Peduzzi — Repórter da Agência Brasil — Brasília

ouvir:

A Polí­cia Fede­ral defla­grou nes­ta ter­ça-fei­ra (28) a ope­ra­ção Não Seja um Laran­ja 3. O obje­ti­vo é desar­ti­cu­lar esque­mas cri­mi­no­sos vol­ta­dos à prá­ti­ca de frau­des ban­cá­ri­as ele­trô­ni­cas. A ope­ra­ção con­ta a cola­bo­ra­ção da Fede­ra­ção Bra­si­lei­ra de Ban­cos (Febra­ban).

De acor­do com os inves­ti­ga­do­res, 19 man­da­dos de bus­ca e apre­en­são estão sen­do cum­pri­dos em dez esta­dos, por meio das Dele­ga­ci­as de Repres­são a Cri­mes Ciber­né­ti­cos. Entre os alvos estão “pes­so­as que cede­ram con­tas pes­so­ais para rece­ber recur­sos oriun­dos de gol­pes e frau­des con­tra cli­en­tes ban­cá­ri­os”.

Seis man­da­dos são cum­pri­dos na Paraí­ba; dois nos esta­dos de Ala­go­as, Goiás, Mara­nhão e Piaui; e um no Acre, Ama­pá, Minas Gerais, Per­nam­bu­co e Rio Gran­de do Nor­te.

“Nos últi­mos anos, a PF detec­tou um aumen­to con­si­de­rá­vel da par­ti­ci­pa­ção cons­ci­en­te de pes­so­as físi­cas em esque­mas cri­mi­no­sos, para os quais ‘empres­tam’ suas con­tas ban­cá­ri­as, medi­an­te paga­men­to. Este ‘lucro fácil’, com a ces­são das con­tas para rece­ber tran­sa­ções frau­du­len­tas, pos­si­bi­li­ta a ocor­rên­cia de frau­des ban­cá­ri­as ele­trô­ni­cas que viti­mam inú­me­ros cida­dãos”, infor­mou, em nota, a Polí­cia Fede­ral, refe­rin­do-se aos laran­jas uti­li­za­dos nes­sas ope­ra­ções.

Alerta

Dian­te da série de frau­des ban­cá­ri­as ele­trô­ni­cas que têm sido obser­va­das no país, as ins­ti­tui­ções ban­cá­ri­as aler­tam que “empres­tar con­tas ban­cá­ri­as para rece­ber cré­di­tos frau­du­len­tos é cri­me, além de pro­vo­car um dano con­si­de­rá­vel aos cida­dãos”.

Se com­pro­va­das as prá­ti­cas cri­mi­no­sas, os sus­pei­tos pode­rão res­pon­der pelos cri­mes de asso­ci­a­ção cri­mi­no­sa, fur­to qua­li­fi­ca­do medi­an­te frau­de, uso de docu­men­to fal­so, lava­gem de dinhei­ro e fal­si­da­de ide­o­ló­gi­ca. Soma­das, as penas podem ser supe­ri­o­res a 20 anos de pri­são.

Edi­ção: Kle­ber Sam­paio

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio vai a R$ 97 milhões

Repro­du­ção: © Rafa Neddermeyer/Agência Bra­sil Veja os números sorteados: 09 – 28 – 33 – …