...
quinta-feira ,20 junho 2024
Home / Noticias / Prefeitura do Rio anuncia mais medidas restritivas para o final do ano

Prefeitura do Rio anuncia mais medidas restritivas para o final do ano

Cariocas aproveitam manhã sábado com calor, para se refrescar e praticar esportes na praia de Copacabana.
Cari­o­cas apro­vei­tam manhã sába­do com calor, para se refres­car e pra­ti­car espor­tes na praia de Copa­ca­ba­na. © Fer­nan­do Frazão/Agência Bra­sil (Repro­du­ção)

Estão proibidos shows e fogos de artifício na orla


Publicado em 26/12/2020 — 17:50 Por Alana Gandra — Repórter da Agência Brasil — Rio de Janeiro

A pre­fei­tu­ra do Rio de Janei­ro anun­ci­ou hoje (26) novas medi­das res­tri­ti­vas para deses­ti­mu­lar aglo­me­ra­ções na orla e pre­ser­var vidas duran­te a fes­ta da vira­da do ano. Uma das medi­das proí­be a quei­ma de fogos em toda a orla da cida­de, incluin­do a rede hote­lei­ra, des­de a meia-noi­te do dia 31 des­te mês até as 7h do dia 1º de janei­ro de 2021.

O blo­queio de esta­ci­o­na­men­to na orla e ruas no entor­no come­ça­rá a par­tir do dia 31 de dezem­bro. Será fei­to tam­bém blo­queio da cir­cu­la­ção de trans­por­te públi­co para aces­so a Copa­ca­ba­na, na zona sul da cida­de, e Bar­ra da Tiju­ca, na zona oes­te, a par­tir das 20h do dia 31.

Serão mon­ta­das bar­rei­ras de fis­ca­li­za­ção nos limi­tes do muni­cí­pio, para impe­dir o aces­so de ôni­bus, micro-ôni­bus e vans de fre­ta­men­to à cida­de do Rio de Janei­ro, a par­tir do pri­mei­ro minu­to do dia 31 até as 6h do dia 1º de janei­ro.

Som

Os qui­os­ques da orla pode­rão fun­ci­o­nar, des­de que sem ven­da de ingres­sos, sem cer­ca­dos e sem apre­sen­ta­ções de shows e ins­tru­men­tos sono­ros. O uso de equi­pa­men­tos de som será proi­bi­do em toda a exten­são da orla a par­tir da meia-noi­te do dia dia 31 até as 6h do dia 1º de janei­ro. No mes­mo perío­do, fica­rá proi­bi­da a per­ma­nên­cia de bar­ra­quei­ros em pon­to fixo, tan­to na areia da praia quan­to no cal­ça­dão.

O pre­fei­to em exer­cí­cio, Jor­ge Felip­pe, res­sal­tou que as medi­das obje­ti­vam “a pre­ser­va­ção da vida e da saú­de; nin­guém des­co­nhe­ce a gra­vi­da­de da covid-19. Exi­ge dos homens públi­cos medi­das aus­te­ras e, com cer­te­za, vamos encon­trar por par­te da popu­la­ção a soli­da­ri­e­da­de, o empe­nho e a res­pon­sa­bi­li­da­de neces­sá­ri­os para que pos­sa­mos evi­tar o aumen­to do con­tá­gio na cida­de”.

O pla­no ope­ra­ci­o­nal sobre as medi­das será apre­sen­ta­do em cole­ti­va de impren­sa na segun­da-fei­ra (28), às 16h, no Palá­cio da Cida­de.

Merenda

O pre­fei­to em exer­cí­cio deter­mi­nou ain­da hoje (26) o paga­men­to pri­o­ri­tá­rio, na pró­xi­ma sema­na, da recar­ga dos car­tões Kit Meren­da dos alu­nos da Rede Muni­ci­pal de Ensi­no. Os car­tões dos 643 mil estu­dan­tes da rede deve­ri­am ter sido recar­re­ga­dos no últi­mo dia 24 mas, devi­do à insu­fi­ci­ên­cia orça­men­tá­ria, os pais e res­pon­sá­veis dos estu­dan­tes aca­ba­ram não rece­ben­do o cré­di­to no valor de R$ 54,25, uti­li­za­do para a com­pra de gêne­ros ali­men­tí­ci­os.

Tão logo foi infor­ma­do da situ­a­ção, Jor­ge Felip­pe decla­rou que a recar­ga será uma pri­o­ri­da­de. Segun­do des­ta­cou, “não há hipó­te­se de os alu­nos fica­rem sem esse cré­di­to. A ali­men­ta­ção dos estu­dan­tes é fun­da­men­tal, e está como minha pri­o­ri­da­de nes­ta sema­na que entra”. Os res­pon­sá­veis pelos estu­dan­tes serão pre­vi­a­men­te avi­sa­dos, logo que a recar­ga for rea­li­za­da, dis­se o pre­fei­to em exer­cí­cio.

Des­de o iní­cio da pan­de­mia, a Secre­ta­ria Muni­ci­pal de Edu­ca­ção dis­tri­buiu mais de 2,6 milhões de Kits Meren­da, entre car­tões e ces­tas bási­cas, para os estu­dan­tes da rede de ensi­no.

Edi­ção: Fer­nan­do Fra­ga

Agên­cia Bra­sil / EBC 


Você pode Gostar de:

RS e seis cidades gaúchas pediram ajuda ao IBGE para verificar danos

Repro­du­ção: © Rafa Neddermeyer/Agência Bra­sil Cadastro de endereços do IBGE é cruzado com áreas afetadas …