...
sábado ,15 junho 2024
Home / Noticias / Presidente do TSE defende sistema eleitoral e rebate Bolsonaro

Presidente do TSE defende sistema eleitoral e rebate Bolsonaro

Repro­du­ção: © 15.10.2020/Marcelo Camargo/Agência Bra­sil

Barroso discursou na abertura da sessão do TSE de hoje


Publi­ca­do em 09/09/2021 — 12:33 Por Kari­ne Melo — Repór­ter da Agên­cia Bra­sil — Bra­sí­lia

Dois dias depois das mani­fes­ta­ções de 7 de setem­bro, o pre­si­den­te do Tri­bu­nal Supe­ri­or Elei­to­ral (TSE), Luís Rober­to Bar­ro­so, reba­teu as sus­pei­tas levan­ta­das pelo pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro sobre a con­fi­a­bi­li­da­de do sis­te­ma elei­to­ral bra­si­lei­ro. Bar­ro­so falou sobre o assun­to ao dis­cur­sar na aber­tu­ra da ses­são da cor­te na manhã des­ta quin­ta-fei­ra (9).

“Todos sabem que não hou­ve frau­de e quem é o far­san­te nes­sa his­tó­ria”, afir­mou Bar­ro­so. “Quan­do fra­cas­so bate à por­ta, é pre­ci­so encon­trar cul­pa­dos.” O minis­tro dis­se que “o popu­lis­mo vive de arru­mar ini­mi­gos para jus­ti­fi­car o seu fias­co. Pode ser o comu­nis­mo, pode ser a impren­sa, podem ser os tri­bu­nais”.

Urnas

Ao defen­der as urnas ele­trô­ni­cas, Bar­ro­so insis­tiu que as elei­ções bra­si­lei­ras são segu­ras, lim­pas, demo­crá­ti­cas e audi­tá­veis. Numa refe­rên­cia ao dis­cur­so de Bol­so­na­ro a apoi­a­do­res no 7 de setem­bro, quan­do o pre­si­den­te defen­deu a “con­ta­gem públi­ca de votos”, Bar­ro­so argu­men­tou que isso seria “como aban­do­nar o com­pu­ta­dor e regre­dir, não à máqui­na de escre­ver, mas à cane­ta tin­tei­ro”. “Seria um retor­no ao tem­po da frau­de e da mani­pu­la­ção. Se ten­tam inva­dir o Con­gres­so Naci­o­nal e o Supre­mo Tri­bu­nal Fede­ral, ima­gi­ne-se o que não fari­am com as seções elei­to­rais”, obser­vou o pre­si­den­te do TSE.

Luís Rober­to Bar­ro­so lem­brou ain­da que as urnas não entram em rede e não são aces­sí­veis remo­ta­men­te. “Podem ten­tar inva­dir os com­pu­ta­do­res do TSE e obter dados cadas­trais, ata­ques de nega­ção de ser­vi­ço aos sis­te­mas, mas nada dis­so é capaz de com­pro­me­ter o resul­ta­do das elei­ções”, garan­tiu.

Retórica

Ain­da segun­do Bar­ro­so, come­ça a ficar can­sa­ti­vo no Bra­sil ter que “repe­ti­da­men­te des­men­tir fal­si­da­des, para que não seja­mos domi­na­dos pela pós-ver­da­de, pelos fatos alter­na­ti­vos, para que a repe­ti­ção da men­ti­ra não crie a impres­são de que ela se tor­nou ver­da­de. É mui­to tris­te o pon­to a que che­ga­mos”, decla­rou.

Ain­da sobre decla­ra­ções do pre­si­den­te con­tra o Judi­ciá­rio nos atos da últi­ma ter­ça-fei­ra, o minis­tro clas­si­fi­cou as falas como “retó­ri­ca vazia, polí­ti­ca de palan­que”. “Insul­to não é argu­men­to. Ofen­sa não é cora­gem. A inci­vi­li­da­de é uma der­ro­ta do espí­ri­to. A fal­ta de com­pos­tu­ra nos enver­go­nha peran­te o mun­do”, cri­ti­cou.

Na ava­li­a­ção de Bar­ro­so, a “mar­ca Bra­sil” sofre nes­te momen­to uma des­va­lo­ri­za­ção glo­bal. “Não é só o real que está des­va­lo­ri­zan­do. Somos víti­ma de cha­co­ta e de des­pre­zo mun­di­al. Um des­pres­tí­gio mai­or do que a infla­ção, do que o desem­pre­go, do que a que­da de ren­da, do que a alta do dólar, do que a que­da da bol­sa, do que des­ma­ta­men­to da Amazô­nia, do núme­ro de mor­tos pela pan­de­mia, do que a fuga de cére­bros e de inves­ti­men­tos. Mas pior de tudo. A fal­ta de com­pos­tu­ra nos dimi­nui peran­te nós mes­mos. Não pode­mos per­mi­tir a des­trui­ção das ins­ti­tui­ções para enco­brir o fra­cas­so econô­mi­co, soci­al e moral que esta­mos viven­do”, afir­mou.

Luís Rober­to Bar­ro­so des­ta­cou ain­da que o mun­do vive um pro­ces­so de “reces­são demo­crá­ti­ca” e que teme que isso afe­te o Bra­sil. “É des­se clu­be que nós não que­re­mos que o Bra­sil faça par­te”, afir­mou.

Bar­ro­so fez ain­da uma metá­fo­ra com a pas­sa­gem bíbli­ca João 8:32. “Conhe­ce­reis a ver­da­de e ela vos liber­ta­rá”. “O slo­gan para o momen­to bra­si­lei­ro, ao con­trá­rio do pro­pa­la­do, pare­ce ser: “Conhe­ce­rás a men­ti­ra e a men­ti­ra te apri­si­o­na­rá”, res­sal­tou o minis­tro.

Edi­ção: Juli­a­na Andra­de

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Nova vítima das enchentes é encontrada no RS; mortes chegam a 173

Repro­du­ção: © Rafa Neddermeyer/Agência Bra­sil Corpo encontrado em Roca Sales ainda não foi identificado Publicado …