...
segunda-feira ,22 julho 2024
Home / Economia / Produção de grãos deve chegar a 268,3 milhões de toneladas, diz Conab

Produção de grãos deve chegar a 268,3 milhões de toneladas, diz Conab

Colheita de milho, colheita de grãos
© CNA/Wenderson Araujo/Trilux (Repro­dução)

Área plantada é estimada em 67,7 milhões de hectares; expansão de 2,7%


Pub­li­ca­do em 11/02/2021 — 10:33 Por Pedro Peduzzi — Repórter da Agên­cia Brasil — Brasília

A Com­pan­hia Nacional de Abastec­i­men­to (Conab) esti­ma que o país pro­duzirá 268,3 mil­hões de toneladas de grãos na safra 2020/2021. O número rep­re­sen­ta um cresci­men­to de 4,4% (ou 11,4 mil­hões de toneladas), se com­para­do ao da na safra ante­ri­or. É o que apon­ta o 5º Lev­an­ta­men­to da Safra de Grãos 2020/21, divul­ga­do hoje (11), em Brasília.

A área total plan­ta­da está esti­ma­da em 67,7 mil­hões de hectares, o que rep­re­sen­ta cresci­men­to de 2,7% na com­para­ção com a safra 2019/2020. O lev­an­ta­men­to foi feito na últi­ma sem­ana de janeiro

Hou­ve um gan­ho de 3,5 mil­hões de toneladas na com­para­ção com a esti­ma­ti­va apre­sen­ta­da no lev­an­ta­men­to ante­ri­or, em janeiro. Esse cresci­men­to se deve a uma expan­são de 4,4% na área de plan­tio do mil­ho segun­da safra.

Já para o mil­ho primeira safra a pro­dução esper­a­da é de 23,6 mil­hões de toneladas, mas a área cul­ti­va­da apre­sen­ta uma redução de 0,8%. “Soman­do-se a segun­da e a ter­ceira safras, a pro­dução total poderá atin­gir 105,5 mil­hões de toneladas, 2,9% maior que a obti­da em 2019/20”, infor­mou a Conab.

Soja tem tendência de crescimento

A soja está man­ten­do a tendên­cia de cresci­men­to na área cul­ti­va­da. A Conab esti­ma que a cul­tura dessa oleogi­nosa abrange 38,3 mil­hões de hectares, número 3,6% maior do que o reg­istra­do na safra ante­ri­or. A pro­dução deve chegar a 133,8 mil­hões de toneladas.

“O fei­jão mostra um cresci­men­to na primeira safra de 0,6% na área e pro­dução esti­ma­da em um mil­hão de toneladas. Quan­do somadas as três safras, este número de pro­dução pas­sa para 3,2 mil­hões de toneladas. Enquan­to isso, a safra de arroz dev­erá sofr­er uma redução de 2,3% na área cul­ti­va­da, total­izan­do 1,7 mil­hão de hectares e 10,9 mil­hões de toneladas na pro­dução”, acres­cen­tou a Conab.

O algo­dão, que teve uma con­cen­tração do plan­tio em janeiro, tem pre­visão de recuo tan­to de área (13,1%) como de pro­dução (16%). “Essa redução é muito em decor­rên­cia dos preços não favoráveis, afe­ta­dos, tam­bém, pela pan­demia”, disse o ger­ente de Acom­pan­hamen­to de Safras da Conab, Mau­rí­cio Lopes.

A primeira safra de amen­doim deve resul­tar em uma pro­dução de 560,5 mil toneladas, em uma área 3% maior do que a da safra 2019/2020. Já o tri­go, que tem o iní­cio de plan­tio a par­tir de março, tem per­spec­ti­vas de crescer 2,1% na área semea­da e uma pro­dução de 6,4 mil­hões de toneladas.

*Matéria alter­a­da às 11h04 para acrésci­mo de infor­mações

Edição: Kle­ber Sam­paio

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 2

Repro­dução: © Lyon Santos/ MDS Com adicionais, valor médio do benefício está em R$ 682,56 …