...
domingo ,14 julho 2024
Home / Esportes / Rebeca Andrade conquista o ouro no individual geral

Rebeca Andrade conquista o ouro no individual geral

Repro­dução: © Reuters/Andrew Boyers/Direitos Reser­va­dos

Brasileira fica no lugar mais alto no pódio do Mundial de Liverpool


Pub­li­ca­do em 03/11/2022 — 18:50 Por Agên­cia Brasil — Rio de Janeiro
Atu­al­iza­do em 03/11/2022 — 20:57

Ouça a matéria:

Rebe­ca Andrade deu mais uma pro­va de que é o maior nome da ginás­ti­ca brasileira na atu­al­i­dade, pois con­quis­tou, na tarde des­ta quin­ta-feira (3), o títu­lo do indi­vid­ual ger­al do Mundi­al de Ginás­ti­ca Artís­ti­ca dis­puta­do em Liv­er­pool (Inglater­ra).

Para garan­tir a con­quista, a brasileira somou o total de 56,899 pon­tos, com destaque para os 15,166 pon­tos obti­dos no salto, apar­el­ho no qual já havia garan­ti­do out­ra medal­ha doura­da na últi­ma edição do Mundi­al, em 2021 em Kitakyushu (Japão), e no qual a atle­ta do Fla­men­go é a atu­al deten­to­ra do ouro olímpi­co (em Tóquio, Rebe­ca tam­bém lev­ou para casa uma pra­ta no indi­vid­ual ger­al).

Depois da óti­ma per­for­mance no salto, a atle­ta de 23 anos teve uma boa atu­ação na bar­ra que lhe garan­tiu 13,800 pon­tos. O ter­ceiro apar­el­ho foi a trave, no qual somou 13,533. Depois a brasileira voltou a apre­sen­tar a core­ografia do Baile de Favela para fechar a decisão com 14,400 pon­tos e o títu­lo mundi­al.

Após a con­quista, a ginas­ta declar­ou que esta­va orgul­hosa e feliz: “Essa medal­ha sig­nifi­ca que todo o meu tra­bal­ho, da equipe mul­ti­dis­ci­pli­nar e de todas as meni­nas que treinam comi­go deu resul­ta­do. Tra­bal­hamos muito duro. Estou orgul­hosa, sin­to um orgul­ho enorme e estou muito feliz”.

Já a pres­i­dente da Con­fed­er­ação Brasileira de Ginás­ti­ca (CBG), Luciene Resende, afir­mou que a vitória de Rebe­ca é mais uma pro­va de que a modal­i­dade vive um momen­to espe­cial no Brasil: “Essa medal­ha de ouro da Rebe­ca no indi­vid­ual ger­al tem um sig­nifi­ca­do mais do que espe­cial. Ao lon­go dos anos, fomos con­qui­s­tan­do muitas medal­has em Mundi­ais. Primeiro, o Brasil con­stru­iu uma rep­utação muito boa no solo. Nos anos pos­te­ri­ores, fomos amplian­do o leque, mostran­do que os brasileiros podem ser bons em vários apar­el­hos, como o salto, as argo­las, a bar­ra fixa. Este Mundi­al de Liv­er­pool ates­ta que a nos­sa ginás­ti­ca ascen­deu a out­ro está­gio do cresci­men­to do Brasil na ginás­ti­ca”.

Após o ouro no indi­vid­ual ger­al, Rebe­ca Andrade tem a pos­si­bil­i­dade de garan­tir mais três medal­has no Mundi­al de Liv­er­pool no decor­rer do próx­i­mo final de sem­ana, quan­do dis­pu­ta as finais na bar­ra, na trave e no solo.

* Atu­al­iza­do às 20h57 com declar­ações de Rebe­ca Andrade e da pres­i­dente da CBG.

Edição: Fábio Lis­boa

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Beth Gomes bate recorde mundial da prova de lançamento de disco

Repro­dução: © Wan­der Roberto/CPB/Direitos Reser­va­dos Atleta da classe F53 alcançou a marca no Troféu Brasil …