...
sexta-feira ,14 junho 2024
Home / Esportes / Renovada, seleção feminina goleia Jamaica na Arena Pernambuco

Renovada, seleção feminina goleia Jamaica na Arena Pernambuco

Repro­du­ção: © Lívia Vil­las Boas/CBF/Direitos Reser­va­dos

Em noite inspirada, Marta marca duas vezes na vitória por 4 a 0


Publicado em 01/06/2024 — 19:53 Por Agência Brasil — Rio de Janeiro

A reno­va­da sele­ção bra­si­lei­ra femi­ni­na de fute­bol gole­ou a Jamai­ca por 4 a 0 e virou a pági­na da eli­mi­na­ção pre­co­ce na pri­mei­ra fase da Copa do Mun­do no ano pas­sa­do. A chu­va de gols na Are­na Per­nam­bu­co, em Reci­fe, come­çou com um gola­ço da late­ral Adri­a­na, depois teve gol con­tra da zaguei­ra Swaby e cou­be à ata­can­te Mar­ta levar os mais de 28 mil tor­ce­do­res à lou­cu­ra ao mar­car duas vezes na eta­pa final, selan­do o triun­fo bra­si­lei­ro com gos­to de revan­che. Em 2023,  a sele­ção deu adeus ao Mun­di­al após 0 a 0 com as jamai­ca­nas, na últi­ma roda­da da fase ini­ci­al.

A sele­ção, coman­da­da pelo téc­ni­co Arthur Eli­as vol­ta a cam­po con­tra as jamai­cas na pró­xi­ma ter­ça-fei­ra (4), às 20h (horá­rio de Bra­sí­lia), na Are­na Fon­te Nova, em Sal­va­dor. O due­lo será o últi­mo antes da defi­ni­ção da lis­ta de con­vo­ca­das à Olim­pía­da de Paris. Assim como nes­te sába­do (1º) a par­ti­da tam­bém terá terá trans­mis­são ao vivo da TV Bra­sil. 

Após o “cho­co­la­te” em cam­po, Mar­ta come­mo­rou o resul­ta­do e apoio da tor­ci­da per­nam­bu­ca­na. A ata­can­te reve­lou que segue bri­gan­do para estar na lis­ta final de Athur Eli­as para Paris 2024.

“Acho que isso é pri­mor­di­al. Se não tiver esse sen­ti­men­to, essa emo­ção em cada par­ti­da, prin­ci­pal­men­te ves­tin­do a cami­sa ama­re­li­nha, é melhor não jogar, é melhor parar. Eu sin­to tudo isso, prin­ci­pal­men­te aqui no Nor­des­te onde as pes­so­as são mui­to calo­ro­sas. Des­de o pri­mei­ro dia sen­ti­mos isso e gra­ças a Deus deu tudo cer­to, o time se impôs do come­ço ao fim e essa é a men­ta­li­da­de e a pos­tu­ra que vamos ama­du­re­cer. Só tenho a agra­de­cer essa noi­te fan­tás­ti­ca”, dis­se Mar­ta. “Estou num gru­po mui­to espe­ci­al de meni­nas super inte­li­gen­tes e talen­to­sas e isso faz que a gen­te tenha essa men­ta­li­da­de de dar nos­so melhor a cada dia. E a gen­te está fazen­do isso para estar pre­pa­ra­da para Paris”.

O Bra­sil con­tro­lou o jogo no pri­mei­ro tem­po, com 70% de domí­nio da pos­se de bola. Bem entro­sa­das, as bra­si­lei­ras mar­ca­ram as adver­sá­ri­as na saí­da de bola e foram mais cri­a­ti­vas. A pri­mei­ra a balan­çar a rede foi a late­ral-direi­ta Adri­a­na. Aos 25 minu­tos, após pas­se de Yayá, ela se livrou da mar­ca­ção e des­fe­riu um chu­te cer­tei­ro no ângu­lo, sem chan­ce para a golei­ra Spen­cer. Depois, ao 38 minu­tos, em ata­que de Lud­mi­la den­tro da peque­na área, a bola reba­teu na zaguei­ra Chan­tel­le Swaby, que mar­cou con­tra.

Na eta­pa final, o rit­mo da sele­ção foi ain­da mais inten­so. Já aos oito minu­tos, a tor­ci­da come­mo­rou gol de cabe­ça de Vitó­ria Yaya — seria o ter­cei­ro do Bra­sil -, mas logo em segui­da ele foi anu­la­do, devi­do à fat­ta de Lud­mi­la na zaguei­ra Swab. A sele­ção foi enfi­lei­ran­do chan­ces reais de gol. Ao 15 minu­tos, Adri­a­na dis­pa­rou pela esquer­da e rolou para Mar­ta que deper­di­çou. Na sequên­cia, aos 17, Lude­mi­la man­dou uma bom­ba, mas a golei­ra Spen­cer defen­deu com o pé. A blitz bra­si­lei­ra con­ti­nu­ou. Aos 18 minu­tos, Adri­a­na rolou para Mar­ta chu­tar de canho­ta e acer­tar o fun­do da rede, para delí­rio da tor­ci­da. Antes do fim, a Rai­nha man­dou um tor­pe­do de fora da área e fechou a gole­a­da, para fes­ta nas arqui­ban­ca­das.

Edi­ção: Cláu­dia Soa­res Rodri­gues

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Flamengo aplica 6 a 1 no Vasco e vira líder provisório do Brasileirão

Repro­du­ção: © Repro­du­ção Instagram/Flamengo Goleada é a maior da história do Rubro-Negro no Clássico dos …