...
domingo ,21 julho 2024
Home / Cultura / Rio: projeto valoriza Morro dos Prazeres por meio da arte urbana

Rio: projeto valoriza Morro dos Prazeres por meio da arte urbana

pandro_noba_credito_douglas_dobby

© Dou­glas Dobby/Revitaliza Graf­fi (Repro­dução)

Neste sábado será a segunda etapa do projeto Revitaliza Graffiti


Pub­li­ca­do em 13/03/2021 — 14:32 Por Alana Gan­dra — Repórter da Agên­cia Brasil — Rio de Janeiro

Vai até o aman­hã (14) a segun­da eta­pa do pro­je­to Revi­tal­iza Graf­fi­ti, cri­a­do pelo artista Már­cio SWK e pelas pro­du­toras cul­tur­ais Lua­na Cabral e Daniela Zablu­dows­ki, da DaLua Pro­duções. Nes­sa fase, bati­za­da Revi­tal­iza Praz­eres, o grafiteiro Már­cio SWK, morador do Mor­ro dos Praz­eres, em San­ta Tere­sa, região cen­tral do Rio de Janeiro, con­vi­da out­ros 19 artis­tas para pin­tar um muro de mais de 60 met­ros de com­pri­men­to, situ­a­do na Rua Almi­rante Alexan­dri­no e con­sid­er­a­do a entra­da prin­ci­pal para a comu­nidade. Do local, é pos­sív­el obser­var o Pão de Açú­car e o Cor­co­v­a­do.

Lua­na Cabral disse à Agên­cia Brasil que a escol­ha do Mor­ro dos Praz­eres foi fei­ta a par­tir de um lev­an­ta­men­to das áreas da cidade que têm relação com o grafite e que estavam em locais mais degrada­dos. No Mor­ro dos Praz­eres, o obje­ti­vo é val­orizar o local, que está com­ple­tan­do 20 anos, por meio da arte urbana. Os artis­tas Bruno BR, Lya Alves, Rena­ta Edaz, Aku­ma, Bruno Lyfe, Bruno Big, Tarm, Dolores Esos, Marce­lo Ment, Does, Guil­herme Memi, Bobi, Snek, Bart, AP Stelling, BiLi Gebara, Di Couto, Fins e Duim par­tic­i­pam da inter­venção.

idealizadores_daniela_zabludowski_marcio_swk_e_luana_cabral_cred_douglas_dobby

Ide­al­izadores do Revi­tal­iza Graf­fi­ti, Daniela Zablu­dows­ki, Mar­cio Swk e Lua­na Cabral. — Dou­glas Dobby/Revitaliza Graf­fi­ti (Repro­dução)

A pro­du­to­ra cul­tur­al desta­cou que o obje­ti­vo foi ter “um elen­co bem diver­so, com artis­tas de todos os lugares da cidade, das zonas norte, sul, oeste e cen­tro, mul­heres, home­ns, artis­tas LGBTQI+, trans, de etnias indí­ge­nas, negros. A gente ten­tou mis­tu­rar e con­tem­plar todo mun­do”. Os grafites não têm um tema definido. Cada artista fica livre para pro­por e cri­ar, em cima de sua téc­ni­ca.

O grafiteiro Mar­cio SWK disse que é sem­pre uma emoção quan­do vai grafi­tar o mur­al na entra­da da comu­nidade onde mora. “Min­ha expec­ta­ti­va é provo­car ale­gria, curiosi­dade, ele­var a autoes­ti­ma de todos, moradores e pas­santes, além de gan­har­mos uma gale­ria a céu aber­to, que estim­u­la o surg­i­men­to de novos artis­tas”, expli­cou.

credito_saulo_nicolai

Mor­ro dos Praz­eres, em San­ta Tere­sa, recebe novo col­ori­do na segun­da eta­pa do pro­je­to Revi­tal­iza Graf­fi­ti. — Saulo Nicolai/Revitaliza Graf­fi­ti (Repro­dução)

Chácara

criz_silva_cred_douglas_dobby

“Criz Sil­va” do pro­je­to Revi­tal­iza Graf­fi­ti. — Dou­glas Dobby/Revitaliza Graf­fi­ti (Repro­dução)

A primeira eta­pa do pro­je­to, chama­da Barão do Graf­fi­ti, ocor­reu em fevereiro pas­sa­do, quan­do artis­tas col­ori­ram a quadra esporti­va da Chá­cara, comu­nidade situ­a­da na Rua Barão de Petrópo­lis, entre os bair­ros de San­ta Tere­sa e Rio Com­pri­do. O grafiteiro Már­cio SWK coman­dou a inter­venção ao lado de Juliana Fer­vo, Lore­na Deluiz, Blopa, Criz Sil­va, DaRa, Duim, Iogs, Kalache, Mika, Pan­dro, Lol­ly, PNG e Viní­cius Car­vas. Novas cores, letras e for­mas trans­for­maram o espaço de laz­er das cri­anças naque­le lugar.

Lua­na Cabral chamou a atenção que as duas eta­pas da ini­cia­ti­va têm apoio da lei Aldir Blanc, que pre­vê auxílio finan­ceiro ao setor cul­tur­al, visan­do dar opor­tu­nidades a moradores e artis­tas prej­u­di­ca­dos pela pan­demia do novo coro­n­avírus. Ao todo, 37 grafiteiros par­tic­i­pam das ações. O pro­je­to tem apoio do gov­er­no fed­er­al; do gov­er­no flu­mi­nense, através da Sec­re­taria de Esta­do de Cul­tura e Econo­mia Cria­ti­va do Rio de Janeiro; e da prefeitu­ra car­i­o­ca, por meio da Sec­re­taria Munic­i­pal de Cul­tura.

png_credito_douglas_dobby

Mor­ro dos Praz­eres, em San­ta Tere­sa, recebe novo col­ori­do na segun­da eta­pa do pro­je­to Revi­tal­iza Graf­fi­ti. — Dou­glas Dobby/Revitaliza Graf­fi­ti (Repro­dução)

Outros municípios

Depois do Rio de Janeiro, o pro­je­to irá a out­ros dois municí­pios, entre os dias 16 e 19 de março. Mar­cio SWK se jun­tará aos artis­tas locais Fawe e Talu para levar novas cores aos muros de Macaé, no noroeste do esta­do. Depois, seguirá para Cabo Frio, na Região dos Lagos, onde, em parce­ria com os grafiteiros do municí­pio Ousa­do e Bia Vieira, vai col­orir as ruas locais.

Lua­na infor­mou que tre­chos das revi­tal­iza­ções serão exibidos ao vivo no Insta­gram do pro­je­to @revitalizagrafitti. Além dis­so, o pro­je­to vai realizar qua­tro ofic­i­nais online de grafite com SWK e os artis­tas Marce­lo Ment, Bruno BR e Fins. As inscrições gra­tu­itas via Sym­pla estarão aber­tas de 22 a 26 de março. Ao final, será lança­da uma exposição vir­tu­al das obras real­izadas e rev­e­la­do todo o proces­so de pin­tu­ra, com suas téc­ni­cas e dicas para quem quis­er aderir a essa arte. A ideia de Lua­na Cabral é, mais à frente, poder levar o Revi­tal­iza Graf­fi­ti para out­ros esta­dos.

Edição: Aline Leal

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Festival Vale do Café leva música e cultura a municípios do Sul do Rio

Repro­dução: © Prefeitu­ra Munic­i­pal de Vassouras/Direitos reser­va­dos Programação com eventos gratuitos vai até o fim …