...
quarta-feira ,28 fevereiro 2024
Home / Noticias / Saiba como se proteger de raios durante tempestades

Saiba como se proteger de raios durante tempestades

Repro­du­ção: © REUTERS/Amanda Perobelli/Direitos Reser­va­dos

Raio atingiu 8 pessoas na Praia Grande no sábado; uma delas morreu


Publi­ca­do em 22/01/2024 — 16:53 Por Cami­la Boehm – Repór­ter da Agên­cia Bra­sil — São Pau­lo

ouvir:

Em casos de tem­pes­ta­des com rai­os, há algu­mas opções mais segu­ras para se evi­tar que pes­so­as sejam atin­gi­das. Em prai­as, a reco­men­da­ção Gru­po de Ele­tri­ci­da­de Atmos­fé­ri­ca (Elat), do Ins­ti­tu­to Naci­o­nal de Pes­qui­sas Espa­ci­ais (Inpe), é evi­tar ficar den­tro da água, não cami­nhar em áre­as des­cam­pa­das e não per­ma­ne­cer embai­xo de guar­da-sol, ten­da nem qui­os­que.

No sába­do (20), oito pes­so­as foram atin­gi­das por um raio na Praia da Vila Cai­ça­ra, no muni­cí­pio de Praia Gran­de, no lito­ral pau­lis­ta. Elas foram socor­ri­das na Uni­da­de de Pron­to Aten­di­men­to (UPA) Samam­baia. No entan­to, uma mulher de 60 anos não resis­tiu e mor­reu. As demais víti­mas sofre­ram feri­men­tos leves e já foram libe­ra­das.

Des­de a últi­ma sex­ta-fei­ra (19), qua­tro pes­so­as mor­re­ram em decor­rên­cia das for­tes chu­vas que atin­gi­ram o esta­do de São Pau­lo, segun­do infor­ma­ções da Defe­sa Civil do esta­do.

O Elat ori­en­ta ain­da que, duran­te tem­pes­ta­des, é impor­tan­te bus­car opções mais segu­ras de abri­go, como veí­cu­lo não con­ver­sí­vel, com por­tas e vidros fecha­dos, evi­tan­do con­ta­to com a lata­ria. Em mora­di­as ou pré­di­os, deve-se man­ter dis­tân­cia das redes elé­tri­ca, telefô­ni­ca e hidráu­li­ca, assim como de por­tas e jane­las metá­li­cas. Outra opção é pro­cu­rar abri­gos sub­ter­râ­ne­os, tais como metrôs ou túneis.

Se não hou­ver nenhum abri­go segu­ro por per­to, a ori­en­ta­ção é afas­tar-se de qual­quer pon­to mais alto e de obje­tos metá­li­cos, man­ter os pés jun­tos, aga­char-se até a tem­pes­ta­de pas­sar, e não ficar dei­ta­do.

A Defe­sa Civil do esta­do de São Pau­lo refor­çou que, se a pes­soa esti­ver em qual­quer área aber­ta duran­te uma tem­pes­ta­de, como praia, pis­ci­na, esta­ci­o­na­men­to e cam­po de fute­bol, deve sair ime­di­a­ta­men­te do local.

Ao avi­so de tem­pes­ta­de ou ao escu­tar tro­vões, a ori­en­ta­ção é se abri­gar ime­di­a­ta­men­te em uma edi­fi­ca­ção ou veí­cu­lo, per­ma­ne­cen­do lon­ge de jane­las, toma­das e mate­ri­ais metá­li­cos e evi­tan­do árvo­res ou cober­tu­ras metá­li­cas frá­geis. Além dis­so, a reco­men­da­ção é des­co­nec­tar apa­re­lhos ele­trô­ni­cos das toma­das; e não uti­li­zar apa­re­lhos conec­ta­dos às fia­ções telefô­ni­ca e elé­tri­ca.

A ori­en­ta­ção é man­ter dis­tân­cia de obje­tos altos e iso­la­dos, como árvo­res, pos­tes, ante­nas e cai­xas d’água; afas­tar-se de obje­tos metá­li­cos gran­des e expos­tos, como tra­to­res, esca­das, cer­cas de ara­me; não sol­tar pipas e não car­re­gar obje­tos como canos e varas; evi­tar diri­gir e andar de bici­cle­ta, moto­ci­cle­ta ou a cava­lo.

Edi­ção: Juli­a­na Andra­de

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Mais de 1,5 mil organizações sociais vão elaborar sugestões ao G20

Repro­du­ção: © Fer­nan­do Frazão/Agência Bra­sil Grupo chamado de C20 preparará documento até junho Publi­ca­do em …