...
segunda-feira ,17 junho 2024
Home / Esportes / São Paulo segura o Fla e conquista título inédito da Copa do Brasil

São Paulo segura o Fla e conquista título inédito da Copa do Brasil

Repro­du­ção: © Wes­ley Santos/São Pau­lo FC/Divulgação

Empate de 1 a 1 foi suficiente para a conquista


Publi­ca­do em 25/09/2023 — 06:35 Por Igor San­tos — Repór­ter da EBC — Rio de Janei­ro

ouvir:

Com algu­ma dose de sofri­men­to, dian­te de mais de 62 mil pagan­tes no Morum­bi, o São Pau­lo empa­tou com o Fla­men­go por 1 a 1 nes­te domin­go (24) e, pela pri­mei­ra vez em 93 anos de his­tó­ria, sagrou-se cam­peão da Copa do Bra­sil. O tri­co­lor, cam­peão de pra­ti­ca­men­te tudo que havia dis­pu­ta­do (Pau­lis­ta, Bra­si­lei­ro, Liber­ta­do­res, Mun­di­al, entre outros tor­nei­os) ago­ra garan­te vaga na Liber­ta­do­res da Amé­ri­ca de 2024. No due­lo de vol­ta, após vitó­ria do São Pau­lo na ida por 1 a 0, Bru­no Hen­ri­que abriu o pla­car para o Fla­men­go e Rodri­go Nes­tor igua­lou para os donos da casa, o que aca­bou se tor­nan­do o gol do títu­lo. Os gols dois gols foram mar­ca­dos na reta final do pri­mei­ro tem­po.

Toma­dos pela ansi­e­da­de e oti­mis­mo pelo títu­lo que se apro­xi­ma­va, os tor­ce­do­res são-pau­li­nos enche­ram o está­dio e fize­ram gran­de fes­ta antes de a bola rolar. Quan­do o jogo come­çou, o Fla­men­go não demo­rou para assus­tar. Já no pri­mei­ro minu­to, Pedro foi lan­ça­do pela esquer­da, mas foi blo­que­a­do pelo golei­ro Rafa­el na hora da fina­li­za­ção.

Tam­bém no iní­cio, o zaguei­ro Arbo­le­da sen­tiu dores na coxa esquer­da e aca­bou subs­ti­tuí­do por Die­go Cos­ta. O come­ço tur­bu­len­to para o São Pau­lo foi acom­pa­nha­do de um Fla­men­go mais inci­si­vo, que pre­ci­sa­va da vitó­ria de qual­quer for­ma.

Lucas, com belo voleio, teve boa chan­ce pelo São Pau­lo. No entan­to, na reta final da pri­mei­ra eta­pa, as coi­sas fica­ram mais movi­men­ta­das. Aos 43, Pul­gar rece­beu na direi­ta e chu­tou cru­za­do. O golei­ro Rafa­el des­vi­ou de leve, a bola bateu na tra­ve e foi empur­ra­da para as redes por Bru­no Hen­ri­que, aten­to ao rebo­te.

No entan­to, o time de Sam­pa­o­li mal teve tem­po para come­mo­rar a van­ta­gem. Nos acrés­ci­mos, Wel­ling­ton levan­tou na área, Ros­si afas­tou de soco para a entra­da da área e Rodri­go Nes­tor, de pri­mei­ra, chu­tou for­te para empa­tar.

Segunda etapa

No segun­do tem­po, mais 45 minu­tos até a defi­ni­ção do cam­peão, as pos­tu­ras dos dois times fica­ram ain­da mais cla­ras. O São Pau­lo bus­can­do se defen­der e explo­rar os con­tra-ata­ques e o Fla­men­go ten­tan­do o gol a todo cus­to.

Aos oito, Ger­son fez boa joga­da e chu­tou. O des­vio em Beral­do impe­diu que a bola encon­tras­se o des­ti­no do gol, que pare­cia cer­to. Aos 22, Arras­ca­e­ta cru­zou na área e Léo Perei­ra fina­li­zou para fora.

O Fla seguiu pres­si­o­nan­do e per­deu outra boa chan­ce com Arras­ca­e­ta. O São Pau­lo não con­se­guia encai­xar um con­tra-gol­pe, mas em rara inves­ti­da de suces­so, Lucas dei­xou Luci­a­no (que entra­ra pou­co antes) na cara do gol. Acos­sa­do por Ayr­ton Lucas, ele chu­tou para fora.

Nos minu­tos finais, já no deses­pe­ro, o Fla­men­go des­per­di­çou mais duas gran­des chan­ces. Pri­mei­ro, Pul­gar, livre qua­se na peque­na área, chu­tou por cima após joga­da pela direi­ta. Depois, Ayr­ton Lucas con­du­ziu até o meio da área e chu­tou de direi­ta. Rafa­el caiu no can­to direi­to para segu­rar.

O empa­te — e o títu­lo — foram con­fir­ma­dos após dez minu­tos de acrés­ci­mo, segun­dos após a expul­são do uru­guaio Gabri­el Neves. A tor­ci­da explo­diu de ale­gria e o téc­ni­co Dori­val Júni­or, demi­ti­do mes­mo após ser cam­peão da mes­ma com­pe­ti­ção (além da Liber­ta­do­res) pelo Fla­men­go no ano pas­sa­do, se divi­diu entre come­mo­rar a con­quis­ta e con­so­lar os ex-coman­da­dos.

O São Pau­lo, que viveu perío­do pou­co vito­ri­o­so des­de o últi­mo títu­lo bra­si­lei­ro em 2008 (ven­ceu a Sul-Ame­ri­ca­na em 2012 e o Pau­lis­ta em 2021), pôde enfim come­mo­rar a fal­ta des­se item em sua lis­ta de con­quis­tas. A tem­po­ra­da já está mar­ca­da na his­tó­ria do clu­be.

O Fla­men­go enca­ra a pos­si­bi­li­da­de con­cre­ta de ter­mi­nar o ano sem títu­los. Em 2023, mes­mo par­ti­ci­pan­do de Mun­di­al de Clu­bes, Super­co­pa do Bra­sil, Reco­pa Sul-Ame­ri­ca­na, Cam­pe­o­na­to Cari­o­ca, Copa do Bra­sil e Liber­ta­do­res da Amé­ri­ca, o time ain­da não sabe o que é ser cam­peão. Res­ta ain­da o Cam­pe­o­na­to Bra­si­lei­ro, no qual figu­ra na séti­ma posi­ção, 11 pon­tos atrás do líder Bota­fo­go, res­tan­do 14 roda­das.

Edi­ção: Gra­ça Adju­to

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Franca derrota Flamengo e fica a uma vitória do título do NBB

Repro­du­ção: © Mar­cos Limonti/Sesi Fran­ca Basquete/Direitos Reser­va­dos Equipe do interior de São Paulo triunfou por …