...
quinta-feira ,25 julho 2024
Home / Saúde / Saúde: mortes e casos de covid-19 ficam estáveis, diz boletim

Saúde: mortes e casos de covid-19 ficam estáveis, diz boletim

A técnica de enfermagem, Paula Roberta Moreira mostra a ampola da vacina contra a covid-19 antes de aplicar a injeção. Vacinação dos profissionais de saúde, veterinários e agentes funerários com 60 anos ou mais de idade, que estam na ativa, na Clínica da Família Estácio de Sá, na região central da cidade. O município do Rio de Janeiro ampliou hoje (27) o público-alvo da campanha de vacinação contra a covid-19.
© Tânia Rêgo/Agência Brasil (Repro­dução)

Semana 3 registrou 361.195 novos casos


Pub­li­ca­do em 29/01/2021 — 15:44 Por Jonas Valente – Repórter Agên­cia Brasil — Brasília
Atu­al­iza­do em 29/01/2021 — 16:23

O mais recente bole­tim epi­demi­ológi­co do Min­istério da Saúde mostra um cresci­men­to de 7% nas mortes e que­da de 5% nos casos pos­i­tivos do novo coro­n­avírus (covid-19) na sem­ana epi­demi­ológ­i­ca 3 (SE 3), perío­do de 17 a 23 de janeiro. Os per­centu­ais são con­sid­er­a­dos pelos espe­cial­is­tas como den­tro de um parâmetro de esta­bil­i­dade das cur­vas de óbitos e diag­nós­ti­cos pos­i­tivos da covid-19.

Na SE 3, foram reg­istra­dos 361.195 novos casos. O número rep­re­sen­tou uma redução de 5% em relação à sem­ana ante­ri­or, quan­do foram con­fir­ma­dos 379.061 novos diag­nós­ti­cos pos­i­tivos. Entre­tan­to, o resul­ta­do da sem­ana epi­demi­ológ­i­ca 3 foi o segun­do maior de toda a pan­demia, atrás ape­nas da sem­ana ante­ri­or, que mar­cou o recorde des­de o iní­cio da pan­demia.

Ape­sar da oscilação para baixo, a cur­va de casos da pan­demia nes­sa nova onda se man­tém em um pata­mar maior do que na primeira onda no meio de 2020, quan­do o pico chegou a 319.653 na sem­ana epi­demi­ológ­i­ca 30, entre 19 e 25 de jul­ho.

Boletim Epidemiológico ESPECIAL
(Repro­dução)

Bole­tim Epi­demi­ológi­co espe­cial — Min­istério da Saúde (Repro­dução)

A cur­va de mortes fez movi­men­to dis­tin­to, com oscilação pos­i­ti­va de 7% em relação à sem­ana ante­ri­or. Na sem­ana epi­demi­ológ­i­ca 3 foram infor­madas pelas autori­dades de saúde 7.149 óbitos, con­tra 6.665 na sem­ana ante­ri­or, com as mortes por covid-19 voltan­do a subir após uma oscilação para baixo na sem­ana epi­demi­ológ­i­ca 2.

A cur­va segue o movi­men­to de retoma­da de novem­bro e que pas­sou por um salto na primeira sem­ana do ano. Enquan­to na SE 53 de 2020 o número de novas mortes reg­istradas foi de 4.930, na SE 1 de 2021 as mortes chegaram a 6.906. O aumen­to de casos ain­da não super­ou o pico de 2020, de 7.677 mortes na sem­ana epi­demi­ológ­i­ca 30, mas já se aprox­i­ma dessa mar­ca.

Boletim Epidemiológico ESPECIAL

Bole­tim Epi­demi­ológi­co espe­cial — Min­istério da Saúde (Repro­dução)

Estados

O bole­tim epi­demi­ológi­co trouxe mostra seis Unidades da Fed­er­ação com aumen­to na sem­ana epi­demi­ológ­i­ca 3, enquan­to oito ficaram estáveis e 13 tiver­am redução. Os maiores aumen­tos se der­am no Maran­hão (45%) e Bahia (11%). Já as quedas mais inten­sas ocor­reram no Paraná (28%) e no Amapá (27%).

Quan­do con­sid­er­adas as mortes, o número de esta­dos com acrésci­mo das cur­vas foi maior: 11. Out­ros sete ficaram estáveis e nove tiver­am diminuição em relação ao bal­anço da sem­ana ante­ri­or.

Os aumen­tos mais rep­re­sen­ta­tivos foram reg­istra­dos no Ama­zonas (104%) e em Goiás (78%). As quedas mais efe­ti­vas acon­te­ce­r­am em Roraima (44%) e Rio Grande do Norte (34%).

Os casos voltaram a ficar mais ele­va­dos nas regiões met­ro­pol­i­tanas, mas ain­da em pata­mar bas­tante abaixo dos municí­pios do inte­ri­or. Enquan­to as cap­i­tais e cidades adja­centes foram respon­sáveis por 37% dos novos diag­nós­ti­cos pos­i­tivos, nas cidades do inte­ri­or ocor­reram 63% das novas con­t­a­m­i­nações.

Já o número de mortes, as regiões met­ro­pol­i­tanas voltaram a ter cresci­men­to. Os óbitos reg­istra­dos em cidades do inte­ri­or rep­re­sen­taram 54%, con­tra 46% nas regiões met­ro­pol­i­tanas.

Edição: Fer­nan­do Fra­ga

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Inscrição para 1ª etapa do Revalida termina nesta sexta-feira

Repro­dução: © Marce­lo Camargo/Agência Brasil Provas estão previstas para dia 25 de agosto Publicado em …