...
terça-feira ,23 julho 2024
Home / Noticias / Seca já afeta todos os 62 municípios do Amazonas

Seca já afeta todos os 62 municípios do Amazonas

Repro­dução: © REUTERS/SUAMY BEYDON

Destes, 60 estão em situação de emergência e 2 em estado de atenção


Pub­li­ca­do em 27/10/2023 — 17:28 Por Luciano Nasci­men­to — Repórter da Agên­cia Brasil — São Luís

ouvir:

A forte seca no Ama­zonas ago­ra afe­ta a todos os 62 municí­pios do esta­do, segun­do o bole­tim divul­ga­do pela Defe­sa Civ­il estad­ual des­ta quin­ta-feira (26). São 60 os municí­pios que estão em situ­ação de emergên­cia, sendo que Pres­i­dente Figueire­do e Apuí, antes em situ­ação de nor­mal­i­dade, ago­ra se encon­tram em esta­do de atenção.  Até o momen­to, 608 mil pes­soas e 152 mil famílias foram afe­tadas pela seca deste ano. 

Segun­do o bole­tim, no perío­do de janeiro deste ano até 25 de out­ubro foram reg­istra­dos 18.170 focos de calor no esta­do, dos quais 2,5 mil na região met­ro­pol­i­tana de Man­aus. Somente em out­ubro, até o momen­to, foram 3.368 focos de calor, mais do que o dobro do mes­mo perío­do do ano pas­sa­do, quan­do foram reg­istra­dos 1.335 focos de calor.

A Defe­sa Civ­il disse ain­da que, no perío­do de 12 de jul­ho a 25 de out­ubro, o Cor­po de Bombeiros com­bat­eu 2.482 incên­dios, dos quais 710 em Man­aus e 1.772 no inte­ri­or do esta­do.

Na cap­i­tal, Man­aus, a seca é a pior reg­istra­da em 121 anos. A cota do Rio Negro nes­ta sex­ta-feira se man­teve em 12,7m, a menor já reg­istra­da des­de 1902, quan­do começaram as medições do vol­ume do rio. O recorde de alta já medi­da foi 30,02 met­ros em 16 de jun­ho de 2021.

O cenário ocorre no momen­to em que se inten­si­fi­ca o fenô­meno El Niño, car­ac­ter­i­za­do pelo enfraque­c­i­men­to dos ven­tos alí­sios (que sopram de leste para oeste) e pelo aque­c­i­men­to anor­mal das águas super­fi­ci­ais da porção leste da região equa­to­r­i­al do Oceano Pací­fi­co. Essas mudanças na inter­ação entre a super­fí­cie oceâni­ca e a baixa atmos­fera ocor­rem em inter­va­l­os de tem­po que vari­am entre três e sete anos e têm con­se­quên­cias no cli­ma em difer­entes partes do plan­e­ta. Isso porque a dinâmi­ca das mas­sas de ar no Oceano Pací­fi­co ado­ta novos padrões de trans­porte de umi­dade, afe­tan­do a tem­per­atu­ra e a dis­tribuição das chu­vas.

Edição: Aline Leal

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Senacon pede informações sobre apagão causado pela empresa CrowdStrike

Repro­dução: © Marce­lo Camargo/Agência Brasil Ofício foi enviado à Anac, ANS e Febraban Publicado em …