...
sexta-feira ,14 junho 2024
Home / Esportes / Seleção feminina reencontra Jamaica em amistoso na Arena de Pernambuco

Seleção feminina reencontra Jamaica em amistoso na Arena de Pernambuco

Repro­du­ção: © Lívia Vil­las Boas/CBF/Direitos Reser­va­dos

Partida às 17h deste sábado terá transmissão ao vivo da TV Brasil


Publicado em 01/06/2024 — 08:00 Por Lincoln Chaves — Repórter da EBC — São Paulo

A sele­ção femi­ni­na de fute­bol rea­li­za nes­te sába­do (1º), às 17h (horá­rio de Bra­sí­lia), na Are­na de Per­nam­bu­co, em São Lou­ren­ço da Mata (PE), o pri­mei­ro de dois amis­to­sos con­tra a Jamai­ca, que ser­ve de pre­pa­ra­ção para a Olim­pía­da de Paris, na Fran­ça. O due­lo será trans­mi­ti­do ao vivo pela TV Bra­sil, com nar­ra­ção de Elai­ne Tre­vi­san; comen­tá­ri­os de Rachel Mot­ta e Joi­ce Bar­ros; e repor­ta­gens de Verô­ni­ca Dal­ca­nal e Débo­ra Lary­ne. O pré-jogo come­ça às 16h30.

O con­fron­to opõe adver­sá­ri­as que se enfren­ta­ram na últi­ma roda­da da pri­mei­ra fase da Copa do Mun­do de 2023, na Aus­trá­lia e na Nova Zelân­dia. O empa­te sem gols clas­si­fi­cou as jamai­ca­nas às oita­vas de final, ao lado das fran­ce­sas, e eli­mi­nou as bra­si­lei­ras. A que­da no Mun­di­al cul­mi­nou na saí­da da téc­ni­ca Pia Sundha­ge e na pos­te­ri­or con­tra­ta­ção de Arthur Eli­as para o car­go.

arthur elias no comando da seleção brasileira feminina no shwbelieves 2024 - brasil x japão
Repro­du­ção: Bra­si­lei­ras sob coman­do de Arthur Eli­as bus­cam a revan­che  con­tra as jamai­ca­nas. Em agos­to, as adver­sá­ri­as eli­mi­na­ram a sele­ção ain­da na pri­mei­ra fase da Copa do Mun­do  — Lívia Vil­las Boas/CBF/Direitos Reser­va­dos

Do gru­po de 26 joga­do­ras que está reu­ni­do des­de domin­go pas­sa­do (26) em Reci­fe, somen­te 10 atle­tas esti­ve­ram na sele­ção bra­si­lei­ra que enca­rou a Jamai­ca no ano pas­sa­do. As rivais, por sua vez, têm 17 rema­nes­cen­tes do Mun­di­al entre as 23 con­vo­ca­das do téc­ni­co Hubert Busby — que subs­ti­tuiu Lor­ne Donald­son, coman­dan­te das jamai­ca­nas na Copa. A prin­ci­pal ausên­cia é da estre­la do fute­bol local: a ata­can­te Kha­di­ja Shaw, do Man­ches­ter City, da Ingla­ter­ra, lesi­o­na­da.

“Acho que será um jogo mui­to impor­tan­te, visan­do a reta final da con­vo­ca­ção e a mon­ta­gem da equi­pe, com extre­ma impor­tân­cia no com­por­ta­men­to em cam­po e na lei­tu­ra táti­ca. Acre­di­to que vai ser um jogo bas­tan­te inte­res­san­te. O que enfren­ta­mos na últi­ma Copa não pode ser tra­zi­do para ago­ra”, dis­se a cen­tro­a­van­te Cris­ti­a­ne, em entre­vis­ta cole­ti­va.

A pró­pria Cris­ti­a­ne não par­ti­ci­pou do con­fron­to de 2023. A ata­can­te, aliás, este­ve fora das últi­mas três gran­des com­pe­ti­ções dis­pu­ta­das pela sele­ção femi­ni­na: Copa do Mun­do, Copa Amé­ri­ca (2022) e Olim­pía­da de Tóquio, no Japão (2021). Ela vol­tou a ves­tir a ama­re­li­nha depois do Mun­di­al do ano pas­sa­do, após mais de qua­tro anos ausen­te.

“Eu acho que o Arthur não defi­ne mui­to por ida­de. Isso é mui­to gra­ti­fi­can­te para nós por­que sem­pre tem gen­te que colo­ca um pon­to de que, ao pas­sar dos 30 anos, você não ser­ve mais para nada. Eu acho que isso não con­si­de­ra a expe­ri­ên­cia que o atle­ta pode tra­zer, seja den­tro ou fora de cam­po”, ava­li­ou a vete­ra­na.

marta e cristiane - sheblieves cup 2024 - brasil x japão
Repro­du­ção: Mar­ta e Cris­ti­a­ne retor­na­ram à sele­ção sob coman­do de Arthur Eli­as  A dupla defen­deu a ama­re­li­nha em abril na She­Be­li­e­ves Cup, nos Esta­dos Uni­dos — Lívia Vil­las Boas/CBF/Direitos Reser­va­dos

Nes­se retor­no, Cris­ti­a­ne tem ree­di­ta­do a par­ce­ria de anos com Mar­ta, que levou o Bra­sil a duas meda­lhas olím­pi­cas de pra­ta (2004 e 2008) e um vice mun­di­al (2007) e havia sido inter­rom­pi­da em 2019. A dupla, porém, está per­to do fim, já que a cami­sa 10 anun­ci­ou que se des­pe­di­ria da sele­ção bra­si­lei­ra depois dos Jogos de Paris. Ao con­trá­rio da com­pa­nhei­ra, a cen­tro­a­van­te de 39 anos não des­car­ta seguir até 2027, quan­do o país sedi­a­rá a Copa do Mun­do.

“Uma vez, dei uma entre­vis­ta e não tinha fei­to os cál­cu­los ain­da. Ele falou: ‘Cris, você vai ter 42 anos [em 2027], a mes­ma ida­de da [ex-volan­te] For­mi­ga [na últi­ma Olim­pía­da]. Aí res­pon­di: ‘Olha, dá para come­çar a pen­sar em tirar o pé da apo­sen­ta­do­ria’. Mas não sei o que vai acon­te­cer daqui três ou qua­tro anos. Pen­so mui­to no ago­ra, no pro­je­to do que con­si­go fazer nes­ta con­vo­ca­ção e, caso este­ja na lis­ta da Olim­pía­da, no que pode­rei con­tri­buir lá tam­bém”, dis­se a joga­do­ra, mai­or arti­lhei­ra do fute­bol olím­pi­co, entre homens e mulhe­res, com 14 gols.

Cris­ti­a­ne este­ve em qua­tro jogos des­de que Arthur assu­miu a sele­ção femi­ni­na, sen­do titu­lar em duas opor­tu­ni­da­des. O gol do empa­te por 1 a 1 com o Japão, na dis­pu­ta de ter­cei­ro lugar da Copa She­Be­li­e­ves, dis­pu­ta­da nos Esta­dos Uni­dos, em abril, foi o pri­mei­ro dela na vol­ta à equi­pe ver­de e ama­re­la. A pre­sen­ça des­de o iní­cio dian­te da Jamai­ca, porém, não é cer­ta, já que o trei­na­dor não repe­tiu nenhu­ma esca­la­ção des­de que assu­miu a sele­ção bra­si­lei­ra.

Uma pos­sí­vel for­ma­ção bra­si­lei­ra para o due­lo des­te sába­do tem: Luci­a­na; Anto­nia, Tar­ci­a­ne, Rafa­el­le e Tami­res; Duda Sam­paio e Duda San­tos; Adri­a­na, Gabi Nunes, Cris­ti­a­ne e Mar­ta.

O segun­do amis­to­so da sele­ção será na pró­xi­ma ter­ça-fei­ra (4), às 20h, na Casa de Apos­tas Are­na Fon­te Nova, em Sal­va­dor. A par­ti­da tam­bém terá trans­mis­são ao vivo da TV Bra­sil.

Edi­ção: Cláu­dia Soa­res Rodri­gues

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Flamengo aplica 6 a 1 no Vasco e vira líder provisório do Brasileirão

Repro­du­ção: © Repro­du­ção Instagram/Flamengo Goleada é a maior da história do Rubro-Negro no Clássico dos …