domingo ,28 fevereiro 2021
Home / Esportes / Série D: com boa vantagem, Mirassol-SP reencontra Brasiliense-DF

Série D: com boa vantagem, Mirassol-SP reencontra Brasiliense-DF

mirassol_serie_d

© Marcos Freitas/ Ag. Mirassol / Divulgação (Reprodução)

Goleado por 4 a 0, Jacaré precisa de grande atuação para ir às quartas


Publicado em 27/12/2020 – 08:00 Por Lincoln Chaves – Repórter da Rádio Nacional e da TV Brasil – São Paulo – Agência Brasil – São Paulo

Dono da melhor campanha entre os 16 times classificados às oitavas de final da Série D do Campeonato Brasileiro, o Brasiliense-DF terá de fazer história neste domingo (27) se quiser manter vivo o sonho do acesso à terceira divisão. Do outro lado, o Mirassol-SP está a 90 minutos de repetir o feito de 2011, única vez em que chegou às quartas de final da competição. O duelo entre o Jacaré distrital e o Leão do interior paulista será às 15h (horário de Brasília), no estádio Boca do Jacaré, em Taguatinga (DF), com transmissão ao vivo da TV Brasil.

No primeiro jogo do confronto, no último domingo (20), disputado no estádio José Maria de Campos Maia, o Maião, em Mirassol (SP), a equipe da casa atropelou: 4 a 0, com três gols do atacante Fabrício Daniel e um do volante Moraes. Os paulistas seguem adiante mesmo com uma derrota por três gols de diferença. Ao Brasiliense, só uma vitória por cinco gols de saldo garante a classificação no tempo normal. Se igualar o placar agregado, o time do Distrito Federal leva a decisão para os pênaltis.

A boa notícia para o técnico Vilson Tadei no Jacaré é a volta do atacante Zé Love, vice-artilheiro da Série D, com dez gols, que cumpriu suspensão no domingo passado. O treinador também vive a expectativa de contar com atletas que desfalcaram o grupo em Mirassol por estarem contundidos, como os zagueiros Breno Calixto e Carlos Henrique, o volante Bruno Lima e o atacante Maicon Assis. Já o meia paraguaio Luís Ibarra, que sequer chegou a estrear pelo Brasiliense, deixou o clube na última semana.

Apesar de elástico, o placar necessário ao Brasiliense não seria novidade em 2020. Na própria Série D, o Jacaré bateu o Palmas-TO por 5 a 0, em duelo que foi transmitido ao vivo pela TV Brasil, com gols de Zé Love (dois), do meia Luquinhas (dois) e do atacante Romarinho. Já no Campeonato do Distrito Federal, a equipe aplicou três goleadas por cinco ou mais gols de diferença: foram dois 8 a 0, contra Ceilandense e Paranoá, e um 5 a 0 sobre o Ceilândia.

Do lado do Mirassol, o técnico Eduardo Baptista não terá o volante Igor e o atacante França à disposição, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, além de seguir sem o goleiro Matheus Aurélio, em recuperação de cirurgia uma no joelho desde junho. Titular no jogo passado, Igor deve dar lugar ao jovem Eduardo, de 19 anos, revelado nas categorias de base do clube.

Para enfrentar o ataque brasiliense, o Leão aposta na solidez defensiva. Entre os times das oitavas de final, os paulistas têm a terceira defesa menos vazada, com dez gols sofridos em 17 partidas. Os únicos jogos em que o time sofreu mais de um gol na Série D foram na fase de grupos: derrota por 3 a 1 para a Cabofriense-RJ e a vitória por 5 a 2 sobre o FC Cascavel. Além do tropeço em Cabo Frio (RJ), pela segunda rodada, o Mirassol perdeu por, no máximo, dois gols de diferença em apenas outras duas ocasiões em 2020: para Santos (2 a 0) e Palmeiras (3 a 1), ainda no Campeonato Paulista.

Edição: Carol Jardim

Agência Brasil / EBC


Você pode Gostar de:

indice_21

Seleção feminina supera Canadá em despedida de torneio nos EUA

© Sam Robles/CBF/Direitos Reservados (Reprodução) Ótima atuação no primeiro tempo garante vitória por 2 a 0 …