...
sábado ,15 junho 2024
Home / Cultura / SP: mostra de cinema Léa Garcia – 90 Anos celebra obra da artista

SP: mostra de cinema Léa Garcia – 90 Anos celebra obra da artista

Repro­du­ção: © Divul­ga­ção/C­CBB-SP

Sessões ocorrem no CCBB com entrada gratuita ate 23 de junho


Publicado em 25/05/2024 — 08:44 Por Camila Boehm — Repórter da Agência Brasil — São Paulo

A mos­tra iné­di­ta Léa Gar­cia — 90 anos, que come­ça nes­te sába­do (25), cele­bra a obra da reno­ma­da artis­ta do cine­ma naci­o­nal, que mor­reu em 2023 aos 90 anos. Com entra­da gra­tui­ta, as ses­sões ocor­rem no Cen­tro Cul­tu­ral Ban­co do Bra­sil São Pau­lo até 23 de junho. Com a cura­do­ria de Leo­nar­do Ama­ral e Ewer­ton Beli­co, a retros­pec­ti­va terá 15 lon­gas-metra­gens pro­ta­go­ni­za­dos pela atriz.

Na aber­tu­ra da mos­tra, será apre­sen­ta­do Orfeu Negro, de Mar­cel Camus, pelo qual Léa Gar­cia foi indi­ca­da ao prê­mio de melhor inter­pre­ta­ção femi­ni­na no Fes­ti­val de Can­nes. Base­a­do na peça de Viní­cius de Mora­es, ven­ce­dor da Pal­ma de Ouro em Can­nes e ganha­dor do Oscar de melhor fil­me estran­gei­ro pela Fran­ça, o fil­me con­ta a trá­gi­ca his­tó­ria român­ti­ca entre a jovem Eurí­di­ce e o moto­ris­ta e músi­co Orfeu.

Mostra de cinema “Léa Garcia – 90 Anos” celebra obra da artista, no CCBB-SP. - ORFEU NEGRO. Foto: Divulgação/CCBB-SP
Repro­du­ção: Mos­tra de cine­ma Léa Gar­cia – 90 Anos cele­bra obra da artis­ta, no CCBB-SP. — ORFEU NEGRO — Divul­ga­ção/C­CBB-SP

As pro­je­ções inclu­em os lon­gas Gan­ga Zum­ba, de Cacá Die­gues; Com­pas­so de Espe­ra, de Antu­nes Filho; O For­te, de Olney São Pau­lo; Femi­ni­no Plu­ral, de Vera de Figuei­re­do; M8 — Quan­do a mor­te socor­re a vida, de Jefer­son De; Ladrões de Cine­ma, de Fer­nan­do Coni Cam­pos; e A Deu­sa Negra, de Ola Balo­gun.

Serão exi­bi­dos ain­da A noi­va da cida­de, de Alex Viany; Cruz e Sou­za — poe­ta do des­ter­ro, de Syl­vio Back;  Mulhe­res do Bra­sil, de Malu di Mar­ti­no; Um dia com Jeru­sa, de Vivi­a­ne Fer­rei­ra; e O Pai da Rita, A Nega­ção do Bra­sil e As Filhas do Ven­to, de Joel Zito Araú­jo.

Na pro­gra­ma­ção, o públi­co pode­rá acom­pa­nhar três ses­sões comen­ta­das por pes­qui­sa­do­res e rea­li­za­do­res que tra­ba­lha­ram com a atriz, e que pre­ten­dem explo­rar a impor­tân­cia de sua tra­je­tó­ria e seu pio­nei­ris­mo como pro­ta­go­nis­ta negra no cine­ma bra­si­lei­ro.

No dia 1º de junho, a ses­são comen­ta­da será com Joel Zito Araú­jo, com bate-papo logo após a exi­bi­ção do fil­me As Filhas do Ven­to. No dia 8, a ati­vi­da­de será com a pes­qui­sa­do­ra Mari­a­na Que­en Nwa­ba­si­li depois da exi­bi­ção de Com­pas­so de Espe­ra. Já no dia 21, o bate-papo com o pro­fes­sor e cine­as­ta Juli­a­no Gomes ocor­re­rá após Ladrões de Cine­ma.

A pro­gra­ma­ção com­ple­ta está dis­po­ní­vel no site do CCBB.

Edi­ção: Ali­ne Leal

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Show de Madonna reúne 1,6 milhão de pessoas em Copacabana

Repro­du­ção: © Fabio Motta/Prefeitura do Rio Espetáculo teve o maior público da carreira da cantora …