...
sexta-feira ,19 abril 2024
Home / Justiça / STJ afasta governador de Alagoas em investigação sobre corrupção

STJ afasta governador de Alagoas em investigação sobre corrupção

Repro­du­ção: © Assem­bleia Legis­la­ti­va de Ala­go­as

Paulo Dantas é suspeito de envolvimento em desvio de recursos públicos


Publi­ca­do em 11/10/2022 — 15:41 Por Feli­pe Pon­tes – Repór­ter da Agên­cia Bra­sil — Bra­sí­lia

Ouça a maté­ria:

A minis­tra Lau­ri­ta Vaz, do Supe­ri­or Tri­bu­nal de Jus­ti­ça (STJ), deter­mi­nou o afas­ta­men­to cau­te­lar do gover­na­dor Pau­lo Dan­tas do car­go por 180 dias, além de ter auto­ri­za­do mais 30 man­da­dos no âmbi­to da Ope­ra­ção Ede­ma, defla­gra­da na manhã de hoje (11) pela Polí­cia Fede­ral (PF) e pelo Minis­té­rio Públi­co Fede­ral (MPF).

A ope­ra­ção apu­ra des­vi­os públi­cos no exe­cu­ti­vo ala­go­a­no, que teri­am come­ça­do em 2019. A rela­to­ra do caso no STJ orde­nou ain­da o seques­tro de bens e valo­res que somam R$ 54 milhões, incluin­do o blo­queio de deze­nas de imó­veis.

A inves­ti­ga­ção cor­re em sigi­lo, mas a minis­tra auto­ri­zou o MPF a divul­gar infor­ma­ções res­tri­tas sobre o caso, pre­ser­van­do a inti­mi­da­de dos envol­vi­dos, ain­da que expon­do o afas­ta­men­to do gover­na­dor. De acor­do com o MPF, os sus­pei­tos são inves­ti­ga­dos pelos cri­mes de orga­ni­za­ção cri­mi­no­sa, pecu­la­to e lava­gem de dinhei­ro.

Ain­da pela deci­são, os inves­ti­ga­dos estão impe­di­dos de man­ter con­ta­to entre si e de fre­quen­tar os órgãos públi­cos envol­vi­dos na inves­ti­ga­ção.

O caso envol­ve esque­mas de des­vio de salá­ri­os em gabi­ne­tes da Assem­bleia Legis­la­ti­va de Ala­go­as. Dan­tas, do MDB, que dis­pu­ta a ree­lei­ção em segun­do tur­no, foi depu­ta­do esta­du­al e esta­ria envol­vi­do nos esque­mas. O gover­na­dor assu­miu o car­go após elei­ções indi­re­tas, em maio.

Segun­do a PF e o MPF, a neces­si­da­de e a urgên­cia das medi­das cau­te­la­res cum­pri­das na manhã de hoje – que inclu­em bus­ca e apre­en­são, seques­tro de bens e afas­ta­men­tos de fun­ção públi­ca, ente outras medi­das – foram ampla­men­te demons­tra­das nos autos da inves­ti­ga­ção poli­ci­al e cor­ro­bo­ra­das pelo Minis­té­rio Públi­co Fede­ral, o que sub­si­di­ou a deci­são judi­ci­al.

Agên­cia Bra­sil ten­ta con­ta­to com o gover­na­dor ou o gover­no Ala­go­as.

Edi­ção: Nádia Fran­co

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Brasil deve recuperar 25 milhões de hectares de vegetação nativa

Repro­du­ção: © Symbiosis/ Divul­ga­ção Meta deve ser cumprida até 2030 Publicado em 15/04/2024 — 10:39 …