...
quarta-feira ,19 junho 2024
Home / Noticias / Tiroteio no Jacarezinho deixa feridos dentro do metrô do Rio

Tiroteio no Jacarezinho deixa feridos dentro do metrô do Rio

Brasília - Polícia Civil do DF cumpre 28 mandados de prisão e 35 de busca e apreensão como parte da operação “Delivery”, contra o tráfico de drogas durante o carnaval no Distrito Federal. (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Repro­du­ção:  © Mar­ce­lo Camargo/Agência Bra­sil

Polícia civil fazia operação na comunidade da zona norte


Publi­ca­do em 06/05/2021 — 08:37 Por Ake­mi Nitaha­ra – Repór­ter da Agên­cia Bra­sil — Rio de Janei­ro

Dois pas­sa­gei­ros do metrô foram feri­dos na manhã de hoje (6) den­tro de um trem da Linha 2, na altu­ra da esta­ção Tri­a­gem, na zona nor­te. Segun­do o Metrô­Rio, o aci­den­te ocor­reu “após o vidro de uma das com­po­si­ções apa­ren­te­men­te ser atin­gi­do por pro­jé­til vin­do da área exter­na”. A empre­sa infor­ma que a Linha 2 che­gou a ter a ope­ra­ção inter­rom­pi­da, “devi­do a um inten­so tiro­teio na região”, mas já vol­tou a fun­ci­o­nar.

Os pas­sa­gei­ros foram ime­di­a­ta­men­te aten­di­dos pelas equi­pes da esta­ção e o Ser­vi­ço de Aten­di­men­to Móvel de Urgên­cia (Samu) foi aci­o­na­do. Um deles foi atin­gi­do de ras­pão no bra­ço e leva­do para o Hos­pi­tal Muni­ci­pal Sou­za Agui­ar. O outro, feri­do por esti­lha­ços de vidro, foi leva­do para o Hos­pi­tal Muni­ci­pal Sal­ga­do Filho.

Operação

A Polí­cia Civil rea­li­za nes­ta manhã a Ope­ra­ção Excep­tis na comu­ni­da­de do Jaca­re­zi­nha, na zona nor­te do Rio. A ação é coor­de­na­da pela Dele­ga­cia de Pro­te­ção à Cri­an­ça e ao Ado­les­cen­te (DPCA), com o apoio do Depar­ta­men­to Geral de Polí­cia Espe­ci­a­li­za­da (DGPE), do Depar­ta­men­to Geral de Polí­cia da Capi­tal (DGPC) e da Coor­de­na­do­ria de Recur­sos Espe­ci­ais (Core).

Segun­do a cor­po­ra­ção, a DPCA rece­beu denún­ci­as de que tra­fi­can­tes vêm ali­ci­an­do cri­an­ças e ado­les­cen­tes para inte­grar a fac­ção que domi­na o ter­ri­tó­rio. “Esses cri­mi­no­sos explo­ram prá­ti­cas como o trá­fi­co de dro­gas, rou­bo de car­gas, rou­bos a tran­seun­tes, homi­cí­di­os e seques­tros de trens da Super­via, entre outros cri­mes pra­ti­ca­dos na região”.

O setor de inte­li­gên­cia da polí­cia iden­ti­fi­cou 21 inte­gran­tes do gru­po, sen­do pos­sí­vel “carac­te­ri­zar a asso­ci­a­ção des­sas pes­so­as com a orga­ni­za­ção cri­mi­no­sa que domi­na a região, onde foi mon­ta­da uma estru­tu­ra típi­ca de guer­ra pro­vi­da de cen­te­nas de ‘sol­da­dos’ muni­dos com fuzis, pis­to­las, gra­na­das, cole­tes balís­ti­cos, rou­pas camu­fla­das e todo tipo de aces­só­ri­os mili­ta­res”.

De acor­do com a Polí­cia Civil, a região do Jaca­re­zi­nho é um dos quar­téis-gene­rais da fac­ção Coman­do Ver­me­lho na zona nor­te e abri­ga “quan­ti­da­de rele­van­te de arma­men­tos” pro­te­gi­dos por bar­ri­ca­das e táti­cas de guer­ri­lha ado­ta­das pelo gru­po cri­mi­no­so.

Edi­ção: Gra­ça Adju­to

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Com chuvas previstas para domingo, população de Canoas fica em alerta

Repro­du­ção: © Gus­ta­vo Mansur/ Palá­cio Pira­ti­ni Prefeitura vai reforçar a limpeza de ruas e bocas …