...
terça-feira ,18 junho 2024
Home / Noticias do Mundo / Ultradireitista Javier Milei vence as eleições argentinas

Ultradireitista Javier Milei vence as eleições argentinas

Repro­du­ção: © REUTERS/Agustin Mar­ca­ri­an

Futuro presidente venceu disputa acirrada no segundo turno


Publi­ca­do em 19/11/2023 — 21:51 Por Well­ton Máxi­mo — Repór­ter da Agên­cia Bra­sil — Bra­sí­lia

ouvir:

O can­di­da­to de ultra­di­rei­ta Javi­er Milei será o futu­ro pre­si­den­te da Argen­ti­na pelos pró­xi­mos qua­tro anos. Com 98,21% das urnas apu­ra­das, ele está mate­ma­ti­ca­men­te elei­to com 55,75% dos votos, con­tra 44,24% do can­di­da­to gover­nis­ta e atu­al minis­tro da Eco­no­mia, Ser­gio Mas­sa.

Ao votar no iní­cio da tar­de, Milei dis­se que “tudo o que tinha de ser fei­to já foi fei­to” e a hora de as pes­so­as fala­rem tinha che­ga­do, “ape­sar da cam­pa­nha do medo”. O can­di­da­to da coa­li­zão La Liber­tad Avan­za dis­se que o momen­to era de espe­ran­ça, para impe­dir o que cha­mou de “con­ti­nui­da­de da deca­dên­cia”.

Eco­no­mis­ta, Milei se carac­te­ri­za por ser um can­di­da­to antis­sis­te­ma num país aba­la­do por uma gra­ve cri­se econô­mi­ca, onde a infla­ção che­gou a 142,7% nos 12 meses ter­mi­na­dos em outu­bro. Ele pro­me­te dola­ri­zar a eco­no­mia e extin­guir o Ban­co Cen­tral argen­ti­no para aca­bar com a infla­ção, mas ame­ni­zou outras pro­mes­sas no segun­do tur­no, pro­me­ten­do não pri­va­ti­zar a saú­de e as esco­las públi­cas.

Alça­do à fama como comen­ta­ris­ta econô­mi­co em pro­gra­mas de tele­vi­são, Milei se diz aman­te de cães e, segun­do a mídia argen­ti­na, tem vári­os clo­nes de um cachor­ro que viveu de 2004 a 2017. Embo­ra tenha se ali­a­do a polí­ti­cos da direi­ta tra­di­ci­o­nal no segun­do tur­no, como o ex-pre­si­den­te Mau­ri­cio Macri e a can­di­da­ta der­ro­ta­da Patri­cia Bull­ri­ch, o can­di­da­to ven­ce­dor atraiu o voto sobre­tu­do dos mais jovens ao se posi­ci­o­nar con­tra aos polí­ti­cos tra­di­ci­o­nais, que cha­ma de “a cas­ta”.

Duran­te a cam­pa­nha, Milei foi com­pa­ra­do a polí­ti­cos como o ex-pre­si­den­te nor­te-ame­ri­ca­no Donald Trump e o ex-pre­si­den­te bra­si­lei­ro Jair Bol­so­na­ro. O futu­ro pre­si­den­te argen­ti­no defi­ne-se como liber­tá­rio e anar­co­ca­pi­ta­lis­ta e decla­rou-se defen­sor de idei­as como a comer­ci­a­li­za­ção de órgãos e a livre ven­da de armas. Duran­te o segun­do tur­no, cri­ti­cou o papa Fran­cis­co, a quem cha­mou de comu­nis­ta.

Brasil

Pelas redes soci­ais, antes mes­mo da con­fir­ma­ção da vitó­ria de Milei, o pre­si­den­te Luiz Iná­cio Lula da Sil­va para­be­ni­zou as ins­ti­tui­ções argen­ti­nas pela con­du­ção do pro­ces­so elei­to­ral, bem como ao povo argen­ti­no pela par­ti­ci­pa­ção “de for­ma ordei­ra e pací­fi­ca”.

Ain­da sem saber quem seria o ven­ce­dor, Lula dese­jou sor­te ao pró­xi­mo gover­no. “Dese­jo boa sor­te e êxi­to ao novo gover­no. A Argen­ti­na é um gran­de país e mere­ce todo o nos­so res­pei­to. O Bra­sil sem­pre esta­rá à dis­po­si­ção para tra­ba­lhar jun­to com nos­sos irmãos argen­ti­nos”. O pre­si­den­te bra­si­lei­ro ain­da não se mani­fes­tou após a con­fir­ma­ção do resul­ta­do no país vizi­nho.

* com infor­ma­ções da Agên­cia Télam

Edi­ção: Mar­ce­lo Bran­dão

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Brasil repudia massacre de palestinos famintos: “situação intolerável”

Repro­du­ção: © Fotos REUTERS/Shadi  Taba­ti­bi Em nota, Itamaraty diz que ação não tem qualquer limite …