...
quarta-feira ,24 julho 2024
Home / Saúde / Vacina Covaxin, da Índia, será testada no Brasil

Vacina Covaxin, da Índia, será testada no Brasil

 

2020-12-17t104705z_1467456578_rc2yok9mwzgx_rtrmadp_3_health-coronavirus-india-cases

© Reuters/Amit Dave/direitos reser­va­dos (Repro­dução)

Testes de fase 3 serão realizados pelo Instituto Albert Einstein


Pub­li­ca­do em 04/02/2021 — 16:22 Por Lud­mil­la Souza — Repórter da Agên­cia Brasil — São Paulo

O Insti­tu­to Israeli­ta de Ensi­no e Pesquisa do Hos­pi­tal Albert Ein­stein deve começar em março, por um perío­do de 45 a 90 dias, o teste da fase 3 da vaci­na Cov­ax­in, com pre­visão para o resul­ta­do em maio. Serão em torno de 3 mil vol­un­tários tes­ta­dos em cin­co cen­tros de refer­ên­cia. A vaci­na é desen­volvi­da na Índia pelo lab­o­ratório Bharat Biotech.

De acor­do com a imu­nol­o­gista e pesquisado­ra do insti­tu­to Glau­cia Ves­pa, a Cox­avin é uma vaci­na de vírus inteiro ina­ti­va­do e apre­sen­ta efeitos colat­erais comuns. “Os efeitos colat­erais serão deter­mi­na­dos no estu­do clíni­co de fase 3. Os dados obser­va­dos até ago­ra indicam que a vaci­na é bem tol­er­a­da e segu­ra, apre­sen­tan­do ape­nas efeitos colat­erais comuns às vaci­nas ina­ti­vadas uti­lizadas rotineira­mente”.

Os locais em que a vaci­na será tes­ta­da ain­da não foram deter­mi­na­dos. “Esta­mos em proces­so de final­iza­ção de con­tra­to com cin­co cen­tros de refer­ên­cia pelo Brasil. Serão 3 mil vol­un­tários, com inclusão com­pet­i­ti­va. Ou seja, vai depen­der da sele­tivi­dade no proces­so de recru­ta­men­to e inclusão dos cen­tros”, disse.

Os vol­un­tários não pre­cisam ser profis­sion­ais de saúde, ape­nas maiores de 18 anos de idade, sem históri­co da covid-19. Serão apli­cadas duas dos­es da vaci­na, com inter­va­lo de 28 dias.

Mes­mo com a decisão de ontem (3) da Agên­cia Nacional de Vig­ilân­cia San­itária (Anvisa) de não exi­gir estu­dos da fase 3 em anda­men­to no Brasil para autor­iza­ção emer­gen­cial no país, a pesquisado­ra Glau­cia Ves­pa disse que o obje­ti­vo do insti­tu­to é con­sol­i­dar o país como refer­ên­cia no seg­men­to, além de aumen­tar o aces­so às vaci­nas.

“O Ein­stein acred­i­ta que a real­iza­ção de estu­dos clíni­cos com vaci­nas can­di­datas con­fere maior exper­tise aos cen­tros de pesquisas clíni­cas brasileiros, con­sol­i­dan­do o país como refer­ên­cia no seg­men­to, e apre­sen­ta van­ta­gens aos par­tic­i­pantes, que rece­berão a vaci­na ime­di­ata­mente após a con­clusão pela sua eficá­cia. Além de aumen­tar o aces­so à vaci­nas nesse momen­to pandêmi­co tão críti­co para a pop­u­lação”, disse a pesquisado­ra.

Edição: Fer­nan­do Fra­ga

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Inscrição para 1ª etapa do Revalida termina nesta sexta-feira

Repro­dução: © Marce­lo Camargo/Agência Brasil Provas estão previstas para dia 25 de agosto Publicado em …