...
sexta-feira ,19 abril 2024
Home / Eleições 2022 / Veja como foi o domingo de campanha presidencial de Bolsonaro e Lula

Veja como foi o domingo de campanha presidencial de Bolsonaro e Lula

Repro­du­ção: © Agên­cia Bra­sil

Candidatos pediram que os eleitores compareçam ao segundo turno


Publi­ca­do em 23/10/2022 — 17:46 Por Agên­cia Bra­sil — Bra­sí­lia

Ouça a maté­ria:

O can­di­da­to à ree­lei­ção, Jair Bol­so­na­ro (PL), par­ti­ci­pou nes­te domin­go (23) de um cul­to na Igre­ja Mun­di­al do Poder de Deus, na capi­tal pau­lis­ta. Ao lado de Tar­cí­sio de Frei­tas, can­di­da­to ao gover­no de São Pau­lo pediu aos elei­to­res que não dei­xem de votar no segun­do tur­no das elei­ções. “Mui­tos falam que os polí­ti­cos são todos iguais, mas isso não é ver­da­de. Que­rem que isso pegue para esti­mu­lar mui­tos a não votar, votar em bran­co, se abs­ter. Não é ver­da­de, e a his­tó­ria bem demons­tra isso”, afir­mou.

Bol­so­na­ro tam­bém des­ta­cou que a cen­su­ra che­gou à impren­sa e em refe­rên­cia a deci­sões do Tri­bu­nal Supe­ri­or Elei­to­ral con­tra fake news, defen­deu que o con­teú­do do What­sApp não pode ser alvo de controle.“Ninguém pode con­tro­lar o que vamos escre­ver no zap [What­sApp]”, afir­mou.

O pre­si­den­ciá­vel tam­bém vol­tou a par­ti­ci­par nes­te domin­go da “Super Live” pro­mo­vi­da por sua cam­pa­nha. Nela, Bol­so­na­ro dis­se que não des­car­ta abrir o sigi­lo de docu­men­tos que foram clas­si­fi­ca­dos como sigi­lo­sos duran­te o man­da­to. O can­di­da­to res­sal­tou, no entan­to, que não vai libe­rar a rela­ção de visi­tas fei­tas e ele e à pri­mei­ra-dama, Michel­le Bol­so­na­ro, no Palá­cio da Alvo­ra­da. “É minha casa. Eu não vou reve­lar. Vamos supor que eu vá com vocês cin­co aqui e mais um. Apa­re­ce mais uma pes­soa. Vai que uma des­sas pes­so­as tenha um pro­ble­ma, seja um lobis­ta, seja um cara acu­sa­do de um cri­me qual­quer no pas­sa­do. Vão dizer que eu tava arti­cu­lan­do com esse cara”, jus­ti­fi­cou.

O ex-pre­si­den­te Luiz Iná­cio Lula da Sil­va con­ce­deu uma entre­vis­ta a jor­na­lis­tas em São Pau­lo, por vol­ta das 13h30, e dis­se que dedi­ca­rá a últi­ma sema­na de cam­pa­nha a com­ba­ter men­ti­ras e tam­bém con­vi­dou pes­so­as inde­ci­sas e que se abs­ti­ve­ram no pri­mei­ro tur­no a votar. Lula dis­se que os advo­ga­dos de sua cha­pa con­ti­nu­a­rão a ques­ti­o­nar afir­ma­ções fal­sas na Jus­ti­ça e a pedir direi­to de res­pos­ta.

Lula defen­deu aumen­to real do salá­rio míni­mo. Para impul­si­o­nar a eco­no­mia, o can­di­da­to defen­deu a reto­ma­da de obras do Pro­gra­ma de Ace­le­ra­ção do Cres­ci­men­to (PAC), o for­ta­le­ci­men­to de rela­ções diplo­má­ti­cas com paí­ses de todos os con­ti­nen­tes e pro­me­teu ado­tar uma pos­tu­ra que garan­ta cre­di­bi­li­da­de, esta­bi­li­da­de e pre­vi­si­bi­li­da­de ao gover­no.

Lula tam­bém repu­di­ou os ata­ques do ex-depu­ta­do Rober­to Jef­fer­son con­tra a minis­tra Car­men Lúcia, do Supre­mo Tri­bu­nal Fede­ral (STF), e dis­se que as ofen­sas não podem ser acei­tas por nin­guém que ama a demo­cra­cia. “Nin­guém tem o direi­to de uti­li­zar os pala­vrões que ele uti­li­zou con­tra uma pes­soa comum. Mui­to menos con­tra uma pes­soa que exer­ce o car­go de minis­tra da Supre­ma Cor­te”, dis­se ele.

 

Edi­ção: Fer­nan­da Cruz

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Escritor cearense Stênio Gardel é o convidado do Trilha de Letras

Repro­du­ção: © Fra­me EBC Autor é o primeiro brasileiro a vencer o National Book Award …