...
quarta-feira ,19 junho 2024
Home / Esportes / Vitória em clássico e tropeço do Londrina garantem Remo na Série B

Vitória em clássico e tropeço do Londrina garantem Remo na Série B

erac57axuaapjnv_1

© KeviinDuck/Remo (Repro­du­ção)

Leão Azul retorna à segunda divisão após 13 anos

Publi­ca­do em 10/01/2021 — 22:55 Por Lin­coln Cha­ves — Repór­ter da Tv Bra­sil e da Rádio Naci­o­nal — São Pau­lo — São Pau­lo


A edi­ção 759 do clás­si­co Re-Pa foi espe­ci­al para o Remo. Nes­te domin­go (10), o Leão Azul der­ro­tou o arqui­ri­val Pay­san­du por 1 a 0 no Man­guei­rão pela quin­ta e penúl­ti­ma roda­da da segun­da fase da Série C do Cam­pe­o­na­to Bra­si­lei­ro, garan­tin­do a vol­ta à Série B após 13 anos de ausên­cia.

O aces­so só pôde ser come­mo­ra­do duas horas após o api­to final em Belém, pois os remis­tas ain­da depen­di­am de um tro­pe­ço do Lon­dri­na con­tra o Ypi­ran­ga-RS no jogo que encer­rou a roda­da pelo Gru­po D. O empa­te por 1 a 1 no está­dio do Café, em Lon­dri­na (PR), deu iní­cio a fes­ta azul no Pará.

O Remo lide­ra a cha­ve com 10 pon­tos, três a fren­te do Pay­san­du, que é o segun­do. O Lon­dri­na está em ter­cei­ro com seis pon­tos, segui­do pelo Ypi­ran­ga, com qua­tro pon­tos. Um empa­te na últi­ma roda­da garan­te o Leão na deci­são da Série C — ape­nas o líder do gru­po se clas­si­fi­ca. O Papão tam­bém pode che­gar lá, mas terá que ven­cer, tor­cer por uma der­ro­ta do rival e supe­rá-lo no sal­do de gols.

Ape­sar da der­ro­ta, o Pay­san­du depen­de ape­nas de si para tam­bém ir à Série B: bas­ta ven­cer o Ypi­ran­ga no Colos­so da Lagoa, em Ere­chim (RS). Além de bater os para­en­ses, a equi­pe gaú­cha terá que tor­cer por uma der­ro­ta do Lon­dri­na para o Remo no Man­guei­rão, se qui­ser subir de divi­são. Já os para­na­en­ses pre­ci­sam ganhar em Belém e depen­dem, ain­da, de um tro­pe­ço do Papão em Ere­chim para faze­rem com­pa­nhia ao Leão. Os dois jogos serão no sába­do que vem (16), às 17h (horá­rio de Bra­sí­lia).

Goleiro lidera feito remista

Mais agres­si­vo no pri­mei­ro tem­po, o Remo abriu o mar­ca­dor aos 34 minu­tos, com Sala­ti­el. O ata­can­te, que havia per­di­do boa chan­ce sete minu­tos antes, apro­vei­tou rebo­te do golei­ro Pau­lo Ricar­do após bati­da do meia Feli­pe Gedoz e man­dou para as redes. O Papão qua­se empa­tou nos acrés­ci­mos. Aos 46, o volan­te Lucas Siquei­ra sal­vou, em cima da linha, uma cabe­ça­da do ata­can­te Nico­las. Na sobra, o zaguei­ro Wes­ley Matos acer­tou a tra­ve.

Na eta­pa final, o Pay­san­du tomou mais a ini­ci­a­ti­va, mas parou em Viní­cius. O golei­ro remis­ta fez pelo menos três defe­sas impor­tan­tís­si­mas. Aos três minu­tos, esti­cou-se todo para sal­var o des­vio do zaguei­ro Mica­el. Três minu­tos depois, evi­tou um gol con­tra do zaguei­ro Rafa­el Jan­sen. Aos 38, teve refle­xo para defen­der uma cabe­ça­da à quei­ma-rou­pa, na peque­na área, do ata­can­te Jefi­nho. Ape­sar da pres­são bico­lor, o Remo segu­rou a vitó­ria.

A cer­ca de 2,5 mil quilô­me­tros dali, pou­co após o api­to final no Man­guei­rão, o Ypi­ran­ga inau­gu­rou o pla­car no está­dio do Café. Com um minu­to de bola rolan­do, o golei­ro Dal­ton saiu mal do gol, após cobran­ça de escan­teio, e o late­ral Zé Mario cabe­ce­ou para as redes. O Lon­dri­na pres­si­o­nou e che­gou ao empa­te aos 28 minu­tos com o meia Ade­níl­son, em um arre­ma­te de fora da área.

No segun­do tem­po, o Ypi­ran­ga coman­dou as ações ofen­si­vas, mas pecou na fina­li­za­ção. Aos 36 minu­tos, os gaú­chos tive­ram a gran­de chan­ce de vol­tar à fren­te, em uma cobran­ça de pênal­ti, mas Dal­ton defen­deu a bati­da de Rei­nal­do. Aos 42, o zaguei­ro do Cana­ri­nho se redi­miu ao sal­var, qua­se em cima da linha, um chu­te cru­za­do do ata­can­te Uel­ber. O empa­te foi man­ti­do até o fim dos 90 minu­tos, para fes­ta da tor­ci­da remis­ta, na outra extre­mi­da­de do país.

Brusque mira acesso inédito

O Brus­que pode se jun­tar ao Remo e garan­tir o aces­so iné­di­to à Série B na segun­da-fei­ra (11). O Qua­dri­co­lor rece­be o Itu­a­no no está­dio Augus­to Bau­er, em Brus­que (SC), a par­tir das 20h, na par­ti­da que encer­ra a quin­ta roda­da da segun­da fase da Série C. Em segun­do lugar no Gru­po C, com seis pon­tos, os cata­ri­nen­ses sobem em caso de vitó­ria. O Galo de Itu (SP), por sua vez, pode assu­mir a pon­ta da cha­ve se ganhar.

O gru­po tem o Vila Nova na lide­ran­ça, com sete pon­tos, um a mais que o Brus­que. Itu­a­no e San­ta Cruz somam cin­co pon­tos, mas os per­nam­bu­ca­nos já têm cin­co jogos. No sába­do (9), o Tri­co­lor foi supe­ra­do pelos goi­a­nos por 2 a 1 no está­dio Oné­sio Bra­si­lei­ro Alva­ren­ga (OBA), em Goi­â­nia.

Edi­ção: Mar­cio Paren­te

Agên­cia Bra­sil / EBC


Você pode Gostar de:

Franca derrota Flamengo e fica a uma vitória do título do NBB

Repro­du­ção: © Mar­cos Limonti/Sesi Fran­ca Basquete/Direitos Reser­va­dos Equipe do interior de São Paulo triunfou por …