...
segunda-feira ,17 junho 2024
Home / Noticias / Falha em parques eólicos e solares no CE causou apagão de agosto

Falha em parques eólicos e solares no CE causou apagão de agosto

Repro­du­ção: © Mar­cel­lo Casal jr/Agência Bra­sil

ONS divulgou relatório nesta terça-feira (26)


Publi­ca­do em 26/09/2023 — 18:11 Por Caro­li­na Pimen­tel — Repór­ter da Agên­cia Bra­sil — Bra­sí­lia

ouvir:

O Ope­ra­dor Naci­o­nal do Sis­te­ma Elé­tri­co (ONS) apon­tou que a prin­ci­pal cau­sa para o apa­gão ocor­ri­do no Bra­sil no dia 15 de agos­to foi uma falha no desem­pe­nho de equi­pa­men­tos de par­ques eóli­cos e sola­res, loca­li­za­dos pró­xi­mos à linha de trans­mis­são Qui­xa­dá – For­ta­le­za II, no Cea­rá. Na oca­sião, cer­ca de 29 milhões de bra­si­lei­ros em qua­se todo o país fica­ram sem ener­gia.

De acor­do com rela­tó­rio, divul­ga­do nes­ta ter­ça-fei­ra (26) pelo órgão, os equi­pa­men­tos res­pon­sá­veis pelo con­tro­le de ten­são fun­ci­o­na­ram abai­xo do ide­al.

“A aná­li­se da per­tur­ba­ção per­mi­tiu cons­ta­tar que o desem­pe­nho dos con­tro­les em cam­po, de usi­nas eóli­cas e sola­res, em espe­ci­al no que tan­ge à capa­ci­da­de de supor­te dinâ­mi­co de potên­cia rea­ti­va, foi mui­to aquém dos mode­los mate­má­ti­cos for­ne­ci­dos pelos agen­tes e repre­sen­ta­dos na base de dados ofi­ci­al de tran­si­tó­ri­os ele­tro­me­câ­ni­cos”, diz o rela­tó­rio do ONS divul­ga­do nes­ta ter­ça-fei­ra (26).

O ope­ra­dor infor­ma que a dife­ren­ça entre o desem­pe­nho dos equi­pa­men­tos e as simu­la­ções “não per­mi­tiu ao ONS iden­ti­fi­car os ris­cos rela­ci­o­na­dos ao cená­rio ope­ra­ti­vo pré-dis­túr­bio”, que pro­vo­cou a que­da de ener­gia.

Com a divul­ga­ção do docu­men­to, cha­ma­do de Rela­tó­rio de Aná­li­se de Per­tur­ba­ção (RAP), agen­tes do sis­te­ma elé­tri­co pode­rão mani­fes­tar-se. O rela­tó­rio será fina­li­za­do até o dia 17 de outu­bro.

Relembre o caso

O ble­cau­te afe­tou 25 esta­dos e o Dis­tri­to Fede­ral. A inter­rup­ção come­çou às 8h30 do dia 15 de agos­to, com que­da no for­ne­ci­men­to de 19 mil megawatts, cer­ca de 27% da car­ga total (73 mil MW) naque­le horá­rio.

Nas regiões Sul, Sudes­te e Cen­tro-Oes­te o ser­vi­ço foi res­ta­be­le­ci­do qua­se que inte­gral­men­te em menos de uma hora. Já na Região Nor­des­te, a recu­pe­ra­ção demo­rou mais. Foram neces­sá­ri­as três horas para res­ta­be­le­cer ape­nas 70% da car­ga afe­ta­da. O impac­to foi ain­da mai­or na Região Nor­te, com recu­pe­ra­ção da car­ga em cer­ca de sete horas.

Edi­ção: Mar­ce­lo Bran­dão

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Polícia Federal abre investigação sobre leilão de arroz

Repro­du­ção: © Mar­cel­lo Casal Jr / Agên­cia Bra­sil Conab também instaurou uma apuração interna Publicado …