...
sexta-feira ,23 fevereiro 2024
Home / Educação / Uso excessivo de dispositivo digital afeta desempenho de alunos

Uso excessivo de dispositivo digital afeta desempenho de alunos

Repro­du­ção: © Rove­na Rosa/Agência Bra­sil

Quem passa de 5 a 7 horas nesses aparelhos teve pontuação menor


Publi­ca­do em 05/12/2023 — 07:38 Por Caro­li­na Pimen­tel — Repór­ter da Agên­cia Bra­sil — Bra­sí­lia

ouvir:

O rela­tó­rio do Pro­gra­ma Inter­na­ci­o­nal de Ava­li­a­ção de Estu­dan­tes (Pisa) de 2022, divul­ga­do nes­ta ter­ça-fei­ra (5) pela Orga­ni­za­ção para a Coo­pe­ra­ção e Desen­vol­vi­men­to Econô­mi­co (OCDE), mos­tra que alu­nos usuá­ri­os de smartpho­nes e outros dis­po­si­ti­vos digi­tais de cin­co a sete horas por dia tive­ram pon­tu­a­ção menor nos tes­tes.  

“Na média nos paí­ses da OCDE, os estu­dan­tes que pas­sam até uma hora por dia na esco­la em dis­po­si­ti­vos digi­tais para lazer obti­ve­ram 49 pon­tos a mais em mate­má­ti­ca do que os alu­nos cujos olhos fica­vam gru­da­dos nas telas entre cin­co e sete horas por dia, depois de levar em con­ta o per­fil soci­o­e­conô­mi­co dos alu­nos e das esco­las”, infor­ma o rela­tó­rio.

Apli­ca­do a cada três anos, o Pisa ava­lia os conhe­ci­men­tos dos estu­dan­tes de 15 anos de ida­de nas três dis­ci­pli­nas. No total, 690 mil estu­dan­tes de 81 paí­ses fize­ram os tes­tes em 2022. A edi­ção teve como foco o desem­pe­nho em mate­má­ti­ca.

Distração

Cer­ca de 65% dos estu­dan­tes afir­ma­ram que fica­ram dis­traí­dos nas aulas de mate­má­ti­ca por estar usan­do celu­lar e outros dis­po­si­ti­vos, como tablets e lap­tops.

No Bra­sil, esse per­cen­tu­al che­gou a 80%, assim como na Argen­ti­na, no Cana­dá, Chi­le, na Fin­lân­dia, Letô­nia, Mon­gó­lia, Nova Zelân­dia e no Uru­guai.

Outros 59% rela­ta­ram que a dis­tra­ção foi cau­sa­da por cole­gas esta­rem usan­do os dis­po­si­ti­vos. “Alu­nos que rela­ta­ram se dis­trair com outros alu­nos usan­do dis­po­si­ti­vos digi­tais, na mai­o­ria, ou em todas as aulas de mate­má­ti­ca obti­ve­ram 15 pon­tos a menos nos tes­tes de mate­má­ti­ca do Pisa do que aque­les que mal expe­ri­men­ta­ram essa expe­ri­ên­cia. Isso repre­sen­ta o equi­va­len­te a três quar­tos do valor de um ano de edu­ca­ção, depois de con­ta­bi­li­za­dos os alu­nos e o per­fil soci­o­e­conô­mi­co das esco­las”, apon­ta o rela­tó­rio.

Em paí­ses como o Japão e a Coreia, o nível de dis­tra­ção rela­ta­do pelos alu­nos foi de 18% e 32%, res­pec­ti­va­men­te. As nações estão entre as melho­res colo­ca­das no Pisa, com pon­tu­a­ções aci­ma da média da OCDE.

Desafio

O rela­tó­rio reco­nhe­ce que o uso de celu­lar em esco­la tem sido um tema con­tro­ver­so e desa­fi­a­dor para os ges­to­res de edu­ca­ção nos país.

A reco­men­da­ção não é aban­do­nar esses dis­po­si­ti­vos no pro­ces­so de apren­di­za­gem. Mas que as esco­las pro­mo­vam a inte­ra­ção entre a tec­no­lo­gia e o apren­di­za­do, porém mini­mi­zem o tem­po de uso para evi­tar des­vio de aten­ção, bullying nas redes soci­ais e expo­si­ção da pri­va­ci­da­de dos estu­dan­tes.

Nos paí­ses da OCDE, 29% dos alu­nos res­pon­de­ram que uti­li­zam smartpho­ne vári­as vezes ao dia e 21% usam qua­se dia­ri­a­men­te ou dia­ri­a­men­te na esco­la.

Con­for­me o rela­tó­rio, em 13 paí­ses, mais de dois ter­ços dos alu­nos vão a esco­las onde a entra­da e o uso de celu­lar não são per­mi­ti­dos. Nes­sas nações, iden­ti­fi­cou-se que o per­cen­tu­al de dis­tra­ção em sala de aula é menor, entre­tan­to os jovens não apre­sen­ta­ram uso mais res­pon­sá­vel dos apa­re­lhos.

“Pare­ce que as esco­las podem proi­bir os tele­fo­nes, mas nem sem­pre é apli­ca­do de for­ma efi­caz. Curi­o­sa­men­te, os alu­nos em esco­las com proi­bi­ção de tele­fo­ne em alguns paí­ses eram menos pro­pen­sos a des­li­gar as suas noti­fi­ca­ções de redes soci­ais e apli­ca­ti­vos ao dor­mir. Uma expli­ca­ção é que a proi­bi­ção de celu­la­res nas esco­las pode fazer com que os alu­nos sejam menos capa­zes de ado­tar um com­por­ta­men­to res­pon­sá­vel em rela­ção ao uso do tele­fo­ne”, diz o rela­tó­rio.

Edi­ção: Gra­ça Adju­to

LOGO AG BRASIL

Você pode Gostar de:

Prefeitura do Rio proíbe uso de celulares em sala de aula e no recreio

Repro­du­ção: © Rove­na Rosa/Agência Bra­sil Decreto foi assinado nesta sexta-feira Publi­ca­do em 02/02/2024 — 10:24 …